10.07.2020 | 11h35


POLÍCIA / DESAPARECIDA HÁ 7 MESES

Denúncia ajuda polícia encontrar ossada que pode ser da travesti Mary

Restos mortais foram encontrados às margens da Estrada do Engenho Velho, no final da tarde dessa quinta-feira (09), em Santo Antônio do Leverger


DA REDAÇÃO

A Polícia Civil do município de Santo Antônio do Leverger, com apoio do Núcleo de Pessoas Desaparecidas da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Cuiabá, investiga se a ossada humana encontrada no final da tarde dessa quinta-feira (09), às margens da estrada do Engenho Velho, é da travesti Mary, desaparecida desde janeiro no município.

De acordo com a ocorrência, a delegacia recebeu denúncia anônima apontando o local onde estaria enterrado o corpo.

No local, a ossada foi encontrada às margens da estrada, exatamente como relatado pela testemunha que não quis se identificar.

Os policiais acionaram uma equipe da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), que analisou as condições em que os restos humanos foram encontrados, quando verificaram uma fratura na região do maxilar, supostamente causada por um objeto cortante. Os peritos fizeram a remoção dos ossos e coletaram restos de roupas, cabelos, entre outros objetos enterrados com a vítima.

Segundo informações preliminares da perícia, foram encontrados fios de cabelos compridos e escuros, uma presilha, tipo ‘piranha’, de cor rosa, além de uma bermuda jeans feminina, uma cueca, um top e uma camiseta.

No bolso da bermuda havia ainda a quantia de R$ 30, sendo uma cédula de R$ 20 e outra de R$ 10, danificadas pelo tempo e pela ação da putrefação do cadáver, além de uma touca.

Outros indícios como, uma fratura ‘antiga’ em um dos braços com a colocação de placa de metal foi identificada no corpo, o que vai ajudar a identificar com maior rapidez a identidade da vítima.

Os restos humanos passarão por teste de DNA ou de análise da arcada dentária para a confirmação da identidade.

José Mário Bastos Lima, 37 anos,  mais conhecido como Mary, está desaparecido desde o dia 08 de janeiro deste ano, quando saiu do seu trabalho, em uma pizzaria da cidade. O desaparecimento é investigado em inquérito policial instaurado na Delegacia de Santo Antônio de Leverger e os trabalhos contam com o apoio do Núcleo de Pessoas Desaparecidas da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO