alexametrics
11.04.2012 | 18h45


POLÍCIA / CRIME PASSIONAL

Delegado que apura caso não sabia da prisão de PM

Policial está preso no 10º Batalhão de Polícia Militar; ele matou a mulher e o primo na manhã do dia 28 de março



Está preso há seis dias o Policial Militar Fernando Bezerra Júnior, que matou a esposa e o primo, no último dia 28, em Cuiabá. Entretanto o delegado Antônio Garcia, da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) que investiga o duplo homicídio, não sabia da prisão do PM.

O delegado, constrangido, informou ao RepórterMT que, por estar investigando, ele deveria estar sabendo, já que a polícia tem apenas 10 dias para concluir as investigações, após prisão.
 

“Estou investigando o caso com ele solto, até agora não estou sabendo da prisão dele. Tenho 30 dias para concluir, se a pessoa está presa, o prazo diminui pra 10 dias. Pode ter ocorrido uma falha na comunicação, só que isso implica nas investigações”, disse o delegado.
 

Segundo o delegado, após o prazo de 10 dias, e o inquérito não concluído, a polícia abre brecha pro advogado de defesa entrar com o pedido de habeas corpus. “Se realmente ele está preso desde o dia 5, no domingo completam os 10 dias e por uma falha na comunicação as investigações podem ser prejudicadas. Fiquei sabendo pela imprensa e já pedi para o cartório procurar saber, porém até a tarde desta quarta-feira (10), não me informaram nada”, disse.
 

O pedido de prisão foi feito pelo Ministério Público e deferido pela juíza Ana Cristina Silva Mendes, da Primeira Vara Especializada de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher. Segundo ela, a prisão foi deferida no dia 3 de abril, logo após ele se apresentar e confessar o crime.


“Quem deveria informar sobre a prisão é o Ministério Público. Realmente eu não sei o que aconteceu. Mas se ele ficou sabendo ele poderia fazer uma ligação ao MP e se informar oficialmente”, disse a juíza ao RepórterMT.

Leia mais: :PM que matou mulher e primo está preso desde o dia 5



 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime