05.07.2010 | 23h27


POLÍCIA

Dançarina conta como foi show de pole dance para Silvio Berlusconi



Foi com duas apresentações da dança do poste – também conhecida como pole dance – que a brasileira Alexandra Valença diz ter conhecido o primeiro ministro italiano Silvio Berlusconi nesta semana, em São Paulo. “Como eu definiria o Berlusconi? Um cavalheiro muito educado, eu vejo até como uma pessoa de bom coração”, ela conta.

A notícia ganhou os jornais e mereceu um desmentido do governo italiano. Uma nota diz que, de fato, houve um “espetáculo folclórico”, ao qual Berlusconi compareceu por cortesia.

Mas Alexandra conta outra história. Diz que olhava para o primeiro-ministro quando dançava e até soltou um beijo para Berlusconi. “Olhava sim, soltei beijinho. Pronto, mais uma polêmica.”

A festa aconteceu em um hotel de luxo em um bairro nobre de São Paulo. Berlusconi e seus convidados estavam na suíte presidencial, que ocupa um andar inteiro do hotel e tem 750 metros quadrados. São três quartos com banheiro, duas salas, cozinha. A diária é de R$ 22 mil.

Alexandra, que já ensinou a atriz Flavia Alessandra a fazer a dança do poste para a novela “Duas Caras”, conta que recebeu o equivalente a R$ 1,5 mil, em dinheiro, adiantados.

“Foi uma surpresa, algo que quiseram oferecer a ele, um presente do Brasil.” Um presente com o recato que se deve dispensar a um homem de 73 anos... “Pediram pra não usar muita sensualidade porque o Berlusconi não conhecia a pole dance.”

O primeiro-ministro é um setentão animado com uma fortuna de US$ 11 bilhões que o torna o homem mais rico da Itália. No ano passado, o Fantástico mostrou a entrevista de uma garota de programa que contou ter frequentado festas do político.

Uma dessas festas foi fotografada por um paparazzo na mansão que ele tem na Ilha da Sardenha. Pelo jeito como os convidados estavam, fazia um calor do cão aquele dia no Mediterrâneo.

Alexandra fez a dança do poste bem mais coberta do que as pessoas na Sardenha. E ouviu o parecer de Berlusconi. “Todo o comentário dele depois, foi tudo ligado ali ao artístico, falando da dança, falou das músicas que eu dancei, tudo muito, muito respeitoso ali, sabe? Até meio formal.”

Ela conta que depois da apresentação houve um jantar, mas que não participou da refeição. “Depois que eu danço eu saio passando mal, sei lá, enjoada, só quero ir é embora.”











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO