09.12.2019 | 10h05


MORTA A FACADAS

Corpo de mulher é encontrado em matagal próximo a loteamento

Cadáver estava à margem da Rua Mar Negro, bairro São Francisco, em Sorriso. Polícia Civil investiga o caso.


DA REDAÇÃO

O corpo de Gislaine Aparecida Justiniano, 40 anos, foi encontrado pela Polícia Civil na tarde de domingo (08), à margem da Rua Mar Negro, em meio a um matagal na região do bairro São Francisco, em Sorriso (400 km da Capital). 

O cadáver foi localizado por populares que acionaram os investigadores. Segundo o delegado André |Ribeiro, responsável pelas investigações, o corpo estava num loteamento novo, onde está sendo construídas calçadas, implantando iluminação pública e é muito frequentado por usuários de drogas.

De acordo com a família, a vítima era usuária de drogas há 24 anos, tentou recuperação diversas vezes, mas sempre teve recaídas. Gislaine chegou a ficar dias desaparecida de casa devido ao vício.

Uma equipe da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) esteve no local para colher informações técnicas, analisar as condições em que a vítima foi morta e, em seguida, encaminhar o cadáver ao Instituto Médico Legal (IML) para exame de necropsia.

Informações preliminares apontam que a vítima, provavelmente, foi morta a facadas e o corpo abandonado no local.

Um laudo pericial, que será emitido em breve, deve apontar as circunstâncias do homicídio, a causa clínica da morte e ainda confirmar a identidade da vítima.

Até a publicação desta reportagem ainda não havia informações sobre autoria e motivação do crime. 

A Polícia Civil investiga o caso.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO