alexametrics
05.07.2010 | 16h38


POLÍCIA

Consulta a dados do Detran via SMS já chega a 15 mil



O novo serviço de consulta de dados via celular (SMS) prestado pelo Departamento Estadual de Transito (Detran-MT), já atingiu a marca de 15 mil acessos. O Detran-MT colocou o sistema no ar no dia 18/06.

A nova ferramenta envia, com segurança e agilidade, informações sobre Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e veículos (multas, IPVA e licenciamento, seguro, débitos pendentes etc..).

Para consultar CNH basta enviar um SMS para 49116 com o número do CPF ou da carteira. Você recebe em poucos segundos todas as informações sobre a situação da habilitação, no sistema do Detran. Para consultar veículos, o procedimento é o mesmo, mas deve ser enviado o número do Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores), que consta no documento de porte obrigatório do veículo.

O Detran de Mato Grosso é o primeiro no país a implantar este sistema. O presidente Teodoro Moreira Lopes comemora a inovação. "Ficamos satisfeitos com isso, é mais uma forma de melhorar e agilizar nosso atendimento. O sistema é seguro, rápido e barato para o cidadão", avalia.

Para cada SMS enviado, o cidadão paga uma pequena taxa de R$0,31- que é cobrada pela operadora de telefonia móvel.

Segundo dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), somente no último mês de março (2010), foram habilitados 2.3 milhões de linhas móveis no Brasil. No mesmo mês, o país ultrapassou a casa dos 179 milhões de celulares em uso. É o que revela um relatório divulgado hoje (18) pela Anatel.

De acordo com a entidade, 82,48% das linhas são da modalidade pré-paga. A teledensidade, medida que indica o número de celulares em uso para cada 100 habitantes, chegou a 93,01 pontos no mês de março. Na região Centro Oeste, a teledensidade é a maior do país, com taxa de 111,5% . A região supera até o rico sudeste, que possui densidade de 104%.

Confira o vídeo explicativo na TV Detran.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime