alexametrics
04.10.2010 | 14h48


POLÍCIA

Cerca de 500 funcionários trabalham para recolher o lixo das eleições



Da Redação

A eleição é uma festa da democracia, mas o processo sempre deixa um cenário nada agradável para o dia seguinte. Santinhos, cartazes, panfletos ficaram amontoados pelas ruas, avenidas e locais de votação. O lixo ficou espalhado por vários pontos da cidade e o poder público teve que paralisar outros serviços para dar conta de limpar toda a sujeira. São cerca de 500 funcionários trabalhando na limpeza.

Os garis tiveram que trabalhar em dobro para limpar a cidade. Foram necessários caminhões caçamba e vários sacos de lixo para recolher todo o material de propaganda política. No maior local de votação de Cuiabá, a Escola Estadual André Avelino, a calçada estava tomada pelo lixo.

A Secretaria de Infraestrutura paralisou outros serviços de limpeza para fazer a coleta de todo o material. O trabalho deve durar toda a semana para evitar que os papeis fiquem acumulados em bueiros e córregos. A expectativa é que aproximadamente sete toneladas de lixo sejam recolhidos, sendo que parte deste material vai para reciclagem.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime