16.01.2020 | 18h10


À LUZ DO DIA

Casal em moto executa fazendeiro com pelo menos 5 tiros no meio da rua

Maurício Curvo Lima seguia de caminhonete por uma rua do bairro Junco, em Cáceres, quando foi assassinado. Ainda não há informações sobre suspeitos.


DA REDAÇÃO

O fazendeiro Maurício Curvo Lima, 61 anos, foi executado a tiros no início da manhã desta quinta-feira (16) no momento em que transitava numa caminhonete Chevrolet S10 pela Rua dos Pinheiros, bairro Junco, em Cáceres (218 km da Capital). A vítima era proprietário de uma fazenda na região da Caiçara, 18 km da cidade.

Os suspeitos pela autoria do crime são um homem e uma mulher, identidades não reveladas.

De acordo com o delegado Wilson Souza Santos, a delegacia recebeu denúncia do crime por volta das 08h.

Testemunhas informaram aos policiais que o fazendeiro, muito conhecido na região, sofreu uma tocaia. Explicaram que os acusados já o aguardavam no local. Quando Maurício passou, foi baleado pelo homem, que logo depois saiu correndo e foi resgatado de moto pela comparsa.

Até a publicação desta reportagem, o casal ainda não havia sido encontrado.

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) foi acionada para analisar o corpo e colher informações que confirmem as circunstâncias do homicídio.

O cadáver foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para exame de necropsia que irá confirmar a causa clínica da morte.

Informações preliminares apontaram que o atirador usou um revólver calibre .38 ou .357 para cometer o crime.

“A confirmação do calibre usado pelos bandidos vai ajudar na apreensão da arma de fogo e identificar os assassinos”, explicou o delegado.

Um laudo com informações técnicas será divulgado nos próximos dias e ajudará na apuração do caso.

“É um homicídio qualificado. O fato é uma execução, vieram para matar e consumaram. Vamos criar uma força-tarefa para solucionar completamente esse crime para que as pessoas saibam que quem cometer esses atos bárbaros vai ter que responder à Justiça”, delegado Wilson Souza.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO