24.06.2010 | 11h56


POLÍCIA

Carlos Reiners, "rei do gado" de MT morre aos 102 anos



Aline Marques

Com 102 anos, o pantaneiro Carlos Reiners faleceu na madrugada desta quinta-feira (24), por volta das 5h, no Hospital São Matheus, onde estava internado desde o começo da semana. O velório está marcado para começar às 10h na Capela Jardins e o enterro será no Cemitério da Piedade, no fim da tarde.

A neta de Carlos, Cristiane Reiners informou que ele sofreu uma queda e fraturou o fêmur e, desde então, ficou sem andar, sem comer e a situação se agravou nesta semana. Para ela, o avô era uma pessoa muito tranquila e foi um exemplo para toda a família.

Cristiane revela também o segredo do avô para conseguir chegar aos 102 anos com muita lucidez. Reiners contava aos familiares que era necessário dormir cedo, comer pouco e tomar guaraná ralado e foi mantendo estas tradições que o ilustre “rei do gado” ultrapassou os 100 anos.

O apelido carinhoso de "rei do gado"  lhe foi dado na época da novela de mesmo nome  transmitida pela Rede Globo, isso porque chegou a acumular mais de oito mil cabeças de boi nas fazendas Pouso Lindo e Laguna.

Com uma memória invejável, Reiners adorava contar aos 14 filhos e os mais de 35 netos suas histórias vividas em uma fazenda na região de Mimoso, em Santo Antônio de Leverger. Conterrâneo de Marechal Rondon, ele contava as aventuras vividas pelo mato-grossense para instalar as linhas telegráficas. Além disso, ele ainda presenciou a passagem da Coluna Prestes pela região na década de 1920.

Em uma das últimas entrevistas, dada ao site da TV Centro América, Reiners relatou seu encontro com Siqueira campos, que comandava parte da Coluna Prestes, e lembra da tensão vivida pelo grupo na época. Eles caminhavam rumo ao Paraguai.

O pai de Reiners, Karl Henrich George Reiners, conhecido como Dom Jorge, era engenheiro e veio da Alemanha para ajudar na instalação da Usina Itaicy, mas acabou se apaixonado pela sobrinha de Totó Paes, dono do empreendimento, casou-se e ficou pelo Brasil. A esposa morreu ainda muito jovem e ele assumiu a criação dos filhos com ajuda da sogra.

Ao longo dos 102 anos, Carlos Reiners perdeu três filhos, dentre eles Carlos Jorge e Jucelino, militantes comunistas, fato este que nunca preocupou o pantaneiro. Apesar de nem sempre estar na linha de frente da política, foi filiado do PSD por toda a vida e contribuía com o partido.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO