29.05.2020 | 12h35


POLÍCIA / ATIROU DE DENTRO DA VIATURA

Câmera flagra tenente da Força Tática matando PM na Capital; Veja vídeo

O 1º tenente Brizola havia alegado que o colega não se identificou, mas o tiro partiu de dentro da viatura, conforme mostram as imagens do circuito de segurança


DA REDAÇÃO

Uma câmera de segurança do posto de combustíveis onde o soldado Ricardo Ferreira de Azevedo, 36 anos, foi baleado pelo 1º tenente Brizola, da Força Tática, no cruzamento das Avenidas Mato Grosso e CPA (Avenida Historiador Rubens de Mendonça), em Cuiabá, registrou a sequência dos fatos que terminou com a morte do militar.

De acordo com as imagens, logo no início da gravação o verdadeiro acusado procurado pela PM entra no posto de moto e estaciona na primeira bomba à esquerda.

Na sequência, um motociclista, que não tem nada a ver com a situação, também entra no estabelecimento, porém, estaciona na primeira bomba à direita, aonde instantes depois o soldado Azevedo chega de moto, com outro militar na garupa, e para ao lado do motociclista inocente, quando desce da moto armado e rende a pessoa errada.

Nesse meio tempo, a Força Tática passa pela avenida, se depara com o soldado Azevedo, que estava descaracterizado de militar, com a arma apontada para o motociclista, quando o tenente antes mesmo de estacionar a viatura da FT, atirou e atingiu Ricardo, que caiu no pátio do posto.

Acompanhando as imagens, é possível notar que em menos de 5 minutos, a partir do tiro, os militares das FT prestaram socorro a Azevedo, colocando a vítima na viatura e encaminharam rapidamente ao Pronto-Socorro do Hospital Municipal (PSHMC).

Enquanto tudo acontece, o verdadeiro bandido está do outro lado do posto, abastecendo sua motocicleta vendo tudo, até que após a saída da Força Tática, o criminoso arrasta sua moto, tentando não chamar atenção para escapar. Mas a Rotam (Rondas Ostensivas Tático Móvel) chega ao posto e um homem aponta para o bandido que tentava escapar.

Os militares seguem atrás do criminoso e conseguem prender o acusado.

Entenda o caso 

O soldado Azevedo, integrante da 21ª Companhia de Polícia Militar (21ª Cia Centro), de Cuiabá, trabalha no  serviço de inteligência, que coleta informações sobre tráfico/uso de drogas, roubos, furtos e demais crimes na região central da Capital.

Porém, já quase no final do expediente dessa quinta-feira (28), o militar, e mais um colega de farda, saíram em campo para dar apoio a uma operação da Rotam, que fazia buscas pela região por dois bandidos que estariam trafegando numa motocicleta, a qual as características foram repassadas aos militares da inteligência.

Azevedo teria identificado a suposta moto dentro do posto de combustíveis, porém, rendido o motociclista errado, quando a Força Tática passou, viu o soldado, que estava descaracterizado, com a arma em mãos apontando para o motociclista, momento em que o tenente atirou atingindo Ricardo, por engano ao confundi-lo com o bandido. Veja reportagem completa aqui.

Veja o Vídeo

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO