14.02.2020 | 09h45


VIOLÊNCIA MÁXIMA

Bandidos invadem chácara e executam homem a tiros na frente da esposa e do filho

O crime aconteceu na chácara Boa Esperança, região conhecida como Recanto dos Macucos, em Lucas do Rio Verde. Polícia investiga crime


DA REDAÇÃO

Marcos Bastos Cardoso, 36 anos, foi executado a tiros, na frente da esposa e do filho, por dois bandidos que invadiram sua casa, na chácara Boa Esperança, região conhecida como Recanto dos Macucos, em Lucas do Rio Verde (354 km da Capital).

Informações iniciais são de que a dupla chegou de motocicleta por volta das 20h, usando capacetes, invadiu a residência e atirou três vezes contra a vítima. Os disparos atingiram a cabeça, costas e braço, que não resistiu e morreu no local.

A esposa de Marcos também teria sido alvo dos bandidos, porém, no momento em que atiraram contra ela a arma falhou e os criminosos foragiram.

Uma equipe de resgate do Corpo de Bombeiros esteve no endereço, mas quando os paramédicos chegaram apenas confirmaram a morte da vítima e prestaram atendimento à mulher que testemunhou o crime e estava em choque.

Uma equipe da Polícia Militar (PM) fez o isolamento do local e acionou a Polícia Civil e a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) para os procedimentos cabíveis. Enquanto outra guarnição saiu em rondas pela região na tentativa de encontrar os acusados.

Os peritos analisaram o corpo e colheram informações da cena do crime que irão apontar as circunstâncias do homicídio. Um laudo será emitido nos próximos dias.

Em seguida, o cadáver foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para exames de necropsia, antes de ser liberado para procedimentos fúnebres.

Até a publicação desta reportagem ainda não havia informações sobre a identidade dos autores do assassinato e nem da motivação do crime.

A Polícia Civil investiga o caso.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO