16.07.2020 | 11h34


POLÍCIA / ‘ARRASTÃO’ NA MADRUGADA

Bandidos invadem bar e casa no intervalo de duas horas e 'fazem limpa'

Crimes ocorreram na madrugada dessa quarta-feira (15), por criminosos com as mesmas características, que renderam, amarraram e ameaçaram as vítimas


DA REDAÇÃO

Dois bandidos, ainda não identificados, armados com faca, invadiram um estabelecimento comercial e uma residência durante a madrugada dessa quarta-feira (15), onde renderam as vítimas, fizeram ameaças e fugiram com dinheiro, celulares e outros objetos de valor. Os crimes foram registrados no município de Juína (734 km da Capital).

A Polícia Militar (PM) foi acionada para atender as duas ocorrências e concluíram que os dois assaltos foram cometidos pelos mesmos bandidos, devido ao intervalo de tempo entre um roubo e o outro, além das vítimas relatarem as circunstâncias dos crimes, sendo apurado que foi o mesmo “modus operandi”.

O primeiro assalto aconteceu às 3h, em um bar localizado no centro do município, onde os militares encontraram o estabelecimento trancado e a proprietária amarrada. Os militares precisaram arrombar a porta para conseguir entrar, quando encontraram a vítima muito abalada.

Segundo seu relato, dois homens com facas invadiram o bar, um rendeu ela e a amarrou, fazendo ameaças, enquanto o outro revirava o estabelecimento roubando o que encontrava de valor. Os bandidos fugiram com R$ 200, o celular da vítima e a chave do local, mantendo a refém presa.

A mulher detalhou as circunstâncias do crime e passou características físicas dos acusados.

A guarnição saiu em patrulhamento buscando pelos ladrões, quando por volta das 5h a PM recebeu nova denúncia de assalto no bairro Módulo 2. Os policiais se deslocaram ao endereço e encontraram a vítima. Esta relatou que estava dormindo quando foi acordada com os homens dentro de casa, que renderam ela com uma faca e a amarraram. Também recebeu ameaças de um deles, enquanto o outro “limpava a casa”. Em seguida, os dois fugiram com R$ 1.900 em dinheiro, aparelho celular da vítima, perfumes e óculos.

A vítima também relatou as características físicas dos bandidos, que batiam com a descrição da dona do bar.

Os militares voltaram para a rua e retomaram as rondas buscando pelos assaltantes no município, mas não foram encontrados.

A PM registrou as ocorrências por crimes de assalto a mão armada, ameaças e encaminhou o documento à Delegacia de Polícia Civil, responsável por investigar o caso e buscar pelos bandidos foragidos.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO