alexametrics
21.08.2010 | 14h00


POLÍCIA

Bandidos fazem arrastões em lanchonetes do CPA



Da redação

A região do CPA foi alvo de dois “arrastões” de assaltantes ocorridos em uma pizzaria e contra clientes de uma barraca de espetinhos da região. Seis pessoas acabaram presas por participar dos assaltos. Com os criminosos, policiais militares da Rotam apreenderam três revólveres e vários celulares das vítimas, além de jóias e relógicos.

Os envolvidos, entre eles uma adolescente de 17 anos, são Alan Marcelo da Silva, de 18 anos, Alan Silva Arruda, de 22, Augusto César de Araújo, de 24, Wiliam Ferreira da Silva, de 23, além do taxista Vanderson Severo Matos, de 20.

O primeiro arrastão ocorreu numa pizzaria localizada no bairro CPA II onde havia dezenas de clientes. Todos foram obrigados a entregar celulares e carteiras com dinheiro e documentos. Cerca de 400 metros dali, os assaltantes renderam o proprietário de uma barraca de espetinhos e, também alguns clientes que lanchavam. As vítimas foram obrigadas a entregar também seus pertences.

Segundo PMs da Rotam responsáveis pela prisão, eles receberam a denúncia do assalto e de que os ladrões fugiram num táxi. Inicialmente foram presos o taxista e Alan Marcelo, que estavam num taxi Corsa branco interceptado na ponte que separa os bairros Novo Horizonte e Altos da Serra.

“Antes da abordagem, percebemos que o passageiro (Marcelo) se livrou de algo. Então, verificamos e descobrimos que se tratava de um revólver. No caso, encontramos vários celulares. Os dois ocupantes do veículo negaram a participação, mas nos levaram onde estavam os demais integrantes, no Altos da Serra. Numa casa, prendemos os demais e a terceira arma estava na casa vizinha, embaixo da geladeira”, explicou um dos policiais.

Os PMs acrescentaram que no arrastão da pizzaria, apenas três testemunhas registraram queixa. As demais ficaram de procurar a Central de Flagrantes e de Ocorrência ou a Delegacia do Complexo do Planalto. As vítimas que constam no boletim de ocorrência reconheceram Alan como um dos participantes no arrastão.

Em relação ao assalto a barraca de espetinhos, as vítimas não registraram queixa, mas confirmaram o arrastão, uma vez que muitas pessoas ficaram nervosas e voltaram para casa, mesmo sem fazer o lanche. “São os mesmos assaltantes, no segundo arrastão, do que ocorreu próximo da pizzaria”, explicou um dos policiais.

Conforme a PM, nem todos estiveram nos dois estabelecimentos comerciais, mas contribuíram para as duas ações criminosas. Eles informaram que Alan Silva alugou uma das armas para a quadrilha. Um dos revólveres foi roubado recentemente de uma empresa de segurança.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime