07.12.2010 | 11h25


POLÍCIA

Bandidos assaltam Banco do Brasil em Denise e causam pânico na cidade

Quadrilha é a mesma que cometeu recentes assaltos no interior do estado e, segundo a polícia possui mais de 100 pessoas na sua formação, com ramificações em todo o país.

MIRO FERRAZ
DA REDAÇÃO

Aconteceu de novo. Mais uma agência do Banco do Brasil foi assaltada no interior do estado, desta vez, na cidade de Denise, distante cerca de 210 km da capital. Segundo informações da polícia, por volta de 13h30, homens fortemente armados invadiram a agência e fizeram funcionários e clientes como reféns. A polícia foi acionada e trocou tiros com os bandidos, que fugiram na direção da cidade vizinha de Arenápolis.

O assalto em Denise, cidade pequena e pacata, deixou a população local aterrorizada. Um morador informou ao ReporterMT, por telefone, que o clima foi de pânico, com muitos tiros sendo disparados. "Ficamos com medo de bala perdida", disse.

Seguindo o mesmo modelo de atuação de assaltos passados, a PM enviou o helicóptero águia e dezenas de homens da Força Tática e Bope, que já estavam na região para auxiliar nas buscas. Policiais civis também estão na região. O método dos assaltantes também foi o mesmo usado na semana passada no assalto a agência do mesmo banco em Campo Novo do Parecis, com um dois carros utilizados na fuga sendo queimados na estrada para dificultar o trabalho dos policiais.

Segundo as informações, um dos veículos seria de um funcionário do banco. Os bandidos também destruíram duas  pontes de madeira, exatamente como em Campo Novo do Parecis. Em junho também houve assalto semelhante em Nova Mutum.  

O assalto em Campo Novo aconteceu no último dia 2. Na ação, 10 homens deixaram um rastro de terror na cidade, colocando fogo na agência e baleando dois policiais, um deles, delegado da cidade. Várias pessoas foram feitas reféns e houve muitos disparos.

O comandante Geral da PM-MT, coronel Farias, informou ao ReporterMT que a quadrilha tem ramificações em todo o país e possui mais de 100 elementos. "Eles usam sempre o mesmo modo de operação, nós já conseguimos, com o serviço de inteligência, evitar assaltos como este em Primavera do Leste e Paranatinga, mas é um trabalho muito difícil", ponderou. 

No último dia 4 a polícia divulgou o nome do chefe do bando, Raimundo Gonçalves da Silva, o “Tio”, reconhecido por diversas testemunhas.

"A quadrilha que assaltou o banco em Denise nesta terca-feira é a mesma do assalto em Campo Novo e Nova Mutum, disso nós temos certeza", disse o comandante. Farias também informou que ainda não há pistas dos assaltantes.

foto:MDF











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO