alexametrics
15.09.2010 | 13h11


POLÍCIA

Bairro Nova Esperança: Motorista é executado e queimado



Silvana Ribas
Da Redação

O motorista Hudson Klaiton Mota dos Santos, 32, foi morto a golpes de faca e foice e depois teve o corpo parcialmente carbonizado. Os assassinos atearam fogo na casa em que a vítima morava, no bairro Nova Esperança, na região do Coxipó. O crime pode estar relacionado a um acerto de contas por causa de dívida de drogas, já que a vítima era dependente química. Pelo menos 5 pessoas são apontadas como autores do crime, entre elas uma mulher.

Tudo começou quando pouco depois das 17h de segunda-feira vizinhos perceberam que a casa onde Hudson morava estava pegando fogo. Os bombeiros foram acionados e conseguiram apagar as chamas e evitar que a casa fosse totalmente destruída. Mas logo perceberam a presença de um corpo, parcialmente carbonizado. O fato de as vísceras estarem para fora do corpo indicava que Hudson foi agredido e até morto antes que fosse ateado fogo na casa, onde morava sozinho.

Segundo informações de vizinhos, a vítima ainda tinha uma faca cravada nas costas. Ontem pela manhã uma foice foi localizada na chácara, no meio do mato a 20 metros da casa, com vestígios de sangue e mechas de cabelo, possivelmente da vítima. De acordo com moradores, o local era bastante frequentado por delinquentes e usuários de drogas da região.

Segundo informações do pai de Hudson, Edson dos Santos, aos investigadores do Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc) do Coxipó, o filho antes de se envolver com as drogas trabalhava junto com ele, como carreteiro. Mas depois da dependência química, acabou deixando o trabalho e vivia da doação de dinheiro do pai.

Uma testemunha revelou aos policiais militares que os assassinos de Hudson moram todos na região e frequentavam a casa dele. Foram identificados como Mário, do Nova Esperança 2, Daniel, "Mutante", e o líder do grupo, conhecido como Wesley, além da namorada dele, que também teria participado no crime.

As investigações foram iniciadas por policiais civis do Cisc do Coxipó e serão repassadas para a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Tentativa - O fotógrafo Osmar Ferreira Leite, 42, foi vítima de uma tentativa de homicídio depois que um homem identificado como Daniel foi até o local onde ele fazia as unhas e lhe deu um tiro de espingarda cartucheira nas costas. O fato ocorreu por volta das 23h de segunda-feira, no bairro São João Del Rey.

Osmar alegou que estava fazendo as unhas quando a filha da manicure ligou para a mãe, dizendo que o namorado dela estava indo até o local para pegá-lo. Osmar resolveu ir embora e quando se preparava para sair com a moto, sentiu um calor nas costas, quando percebeu que foi atingido pelo disparo.

Com a ajuda de Policiais Militares da Companhia do Três Barras, a vítima ainda tentou localizar Daniel no trabalho. O patrão do acusado informou que ele havia saído pouco antes, com uma espingarda.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime