02.08.2010 | 11h56


B.GARÇAS: nora tenta matar a sogra com faca de cozinha

De Barra do Garças - Ronaldo Couto

Passa bem a senhora de 56 anos esfaqueada pela nora durante uma briga de sogra e nora, no município de Aragarças-GO, na divisa com Barra do Garças, ocorrida na última quinta-feira (29). A confusão começou com ingestão de bebida alcoólica pelo casal com a presença da sogra M.S.N, 56 anos, que tomou as dores do filho durante uma briga com esposa e "se atracou" com a nora, que estava com uma faca não mão e partiu para cima da sogra.
A senhora recebeu quatro facadas, sendo atingida nas costas, superficialmente, e por sorte a faca de mesa utilizada pela nora - S.R.S, 26 anos, casada com o jovem V.S.N, 25 anos - entortou na hora da agressão.
No destacamento da PM, a sogra disse que percebeu a confusão e resolveu levar a neta para a casa do vizinho e quando retornou se deparou com a briga que ela tentou separar, mas foi puxada pelo cabelo pela nora e acabou se atracando na porrada. “Eu queria separar, mas ela se atracou comigo” conta a sogra.
A confusão chamou a atenção dos vizinhos, que acionaram a Polícia Militar-GO que prendeu a nora e encaminhou a sogra para o hospital. No destacamento da PM, a nora chorou e disse que estava arrependida pelo que aconteceu. “Eu amo minha sogra. Não sei o que aconteceu comigo na hora. Ela apareceu na hora que eu queria mesmo era acertar o meu marido” explicou a jovem.
Mesmo com tudo, o choro e tentativa de reconciliação, não teve jeito. A nora ficou presa e deve responder por crime de lesão corporal grave. A sogra foi encaminhada ao hospital para fazer curativos. O filho da vítima preferiu não comentar o motivo que a esposa ficou brava com ele ao ponto de se armar com uma faca e vir pra cima dele. Aos policiais, ele se limitou a dizer que o problema foi a ingestão de bebida alcoólica.










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER