21.10.2010 | 14h18


POLÍCIA

Avó confunde "Super Bonder" com colírio e cola olho de neta

MAYARA MICHELS
DA REDAÇÃO

Uma criança de oito anos teve o olho colado, após a avó ter confundido "SuperBonder" (um tipo de cola instantânea) com um colírio, em Carlinda (762 km a Extremo-Norte de Cuiabá).

De acordo com as informações do Hospital Municipal de Alta Floresta (a 50 km do local onde ocorreu o caso), a criança deu entrada no box de emergência na madrugada de terça-feira (19) . A menina passou por cirurgia, porém continua internada, em observação.

Avó da criança - cujo nome não foi divulgado - contou que acordou de madrugada e, no escuro, confundiu as embalagens do produto e do medicamento oftalmológico.

Após pingar a primeira gota, a criança gritou de dor e disse que estava queimando. Com isso, a avó passou o dedo para tirar o excesso do produto, que, logo em seguida, secou e colou a pálpebras da criança.

Segundo o diretor do hospital, José Marcos, a criança passou por uma cirurgia delicada, ainda na terça-feira, mas continuará internada por alguns dias, em observação. "Ela está bem e tudo indica que não ficará cega. Só iremos dar alta quando ela estiver em perfeito estado", afirmou o diretor.

A criança tem a companhia da mãe e da avó, na sala de espera. A família mora na cidade de Carlinda e os nomes não foram divulgados.

Segundo o hospital, esse é o primeiro caso do gênero na região.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO