07.09.2010 | 11h03


Avião de pequeno porte pega fogo dentro de hangar



FERNANDO DUARTE
Da Redação

Um avião de pequeno porte pegou fogo no hangar da CHC Táxi Aéreo, no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande. O motor e toda a parte direita do bimotor Sêneca 810, da Embraer, foram destruídos. As chamas chegaram a queimar o teto do hangar, que, após o incidente, foi interditado pelos militares do Corpo de Bombeiros. Ninguém ficou ferido.

De acordo com um funcionário, o fogo começou de dentro para fora do motor direito, enquanto os mecânicos estavam drenando o combustível da aeronave para fazer a manutenção.

No momento do fogo haviam 7 mecânicos no galpão, que não conseguiram controlar as chamas mesmo usando todos os 10 extintores do local. Havia muita fumaça e parte do teto ficou preto. Uma grande quantidade de água estava no chão e a aeronave visivelmente destruída. Os funcionários acreditam que hão haverá como recuperar o motor direito e a asa atingida. "Nada do que tentamos foi suficiente, que bom que eles (bombeiros) chegaram rápido".

De acordo com o 1º sargento e chefe da equipe dos Bombeiros, José de Barros Filho, o fogo começou às 13h30 e foi controlado em 15 minutos. "Havia muita fumaça no local. As chamas chegaram até a parte de cima do galpão". O teto, de mais de 6 metros, ficou chamuscado.

O sargento não soube informar o motivo do incêndio, mas lembrou que uma aeronave de modelo semelhante a queimada parcialmente teve a pintura afetada na lateral. O hangar também continha outro avião de pequeno porte ao fundo, mas não teve a estrutura comprometida. O sargento disse que o hangar está interditado até que o proprietário contrate um engenheiro para fazer uma vistoria e liberar a unidade.

Para o controle das chamas foram deslocadas 3 viaturas que utilizaram um líquido gerador de espuma (LGE), por ser um incêndio originado por combustível de avião.

A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) divulgou uma nota ressaltando a não existência de vítimas e que, junto com as unidades do Corpo de Bombeiros da Seção Contra Incêndio do aeroporto, foi enviada uma equipe do posto médico. "O tempo entre o deslocamento e o combate do fogo foi de 1 minuto e 15 segundos".

 

 

 

A Gazeta











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO