25.02.2019 | 10h55


CARUMBÉ

Assassino 'engana' agentes, pula muro e foge de presídio de Cuiabá

Franscismar Crisóstomo de Barros estava preso no Centro de Ressocialização de Cuiabá desde 2015 pelo assassinato de Janildo Santos e Silva, ocorrido em Aripuanã.


DA REDAÇÃO

O assassino Franscismar Crisóstomo de Barros, 44 anos, fugiu do Centro de Ressocialização de Cuiabá (antigo Carumbé) usando uma escada e uma corda artesanal feita com lençóis, conhecida como “Maria Tereza”.

De acordo com a Secretaria de Estado de Segurança pública (Sesp), a fuga aconteceu no início da tarde de sábado (23).

Francismar estava cumprindo pena pelo crime de homicídio desde 2015. Ele foi preso por assassinar Janildo Santos e Silva, com três tiros, no município de Aripuanã (a 1.000 km de Cuiabá). 

Para conseguir fugir, o preso usou uma escada junto ao muro na parte interna e a corda ‘Maria Tereza’ para descer do lado de fora.

RepórterMT/Sesp

fuga PCE

Bandido fugiu usando escada e corda artesanal.

Ainda conforme a Sesp, a ação de Fransciamar não foi notada por agentes penitenciários que estavam de plantão. A fuga aconteceu quando o criminoso levava vasilhas usadas na alimentação dos presos para serem lavadas.

As Polícias Militar e Civil foram acionadas, mas, apesar das buscas na região, o homicida não foi localizado.

 

O caso é investigado pela Polícia Civil. Um Processo Administrativo também foi instaurado para apurar se houve facilitação na fuga do detento.

Leia também

Agentes localizam 12 bombas prontas para explodir muro do presídio Carumbé











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO