alexametrics
23.07.2010 | 10h57


POLÍCIA

Assaltante é abatido por policia



O assaltante Francisco Josias da Silva, de 35 anos, morreu durante uma tentativa de assalto a um policial civil ocorrida anteontem à noite no Jardim Novo Horizonte, em Várzea Grande. Acompanhado de um cúmplice, ele rendeu um policial da Gerência de Operações Especiais que pilotava uma motocicleta e levava uma mulher na garupa. 

Francisco sacou um revólver para render o policial e roubar a moto, mas o policial reagiu e baleou o assaltante, que morreu no local. Na confusão, o cúmplice fugiu em outra motocicleta. A tentativa de assalto ocorreu por volta das 23h30. 

Segundo policiais da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o policial passou de moto próximo de três casas e o local é mal iluminado. Em seguida, parou outra motocicleta com os dois assaltantes. “Assim que ele (o policial) viu o cara armado, não teve como não reagir”, explicou um policial que esteve no local para fazer a liberação do corpo. 

Com Francisco, os policiais apreenderam um revólver calibre 38 usado no confronto. A arma foi apreendida e anexada ao boletim de ocorrência. Ao fazer a checagem da ficha criminal, os policiais descobriram que ele responde a seis inquéritos por furto e um por tráfico de drogas. 

No entendimento dos policiais, os bandidos iriam roubar a motocicleta e entregá-la para quadrilhas que utilizam dois esquemas. Um deles é praticar extorsão ligando para a vítima cobrando resgate. O outro esquema é desmanchar o veículo e vendê-la em pedaços. 

“Os ladrões estão rendendo qualquer motocicleta que encontram pela frente. E isso não é desespero. É encomenda mesmo tanto para desmanche como para fazer resgate que rende mais do que entregá-la inteira para um receptador. Só que desta vez, assaltaram a pessoa errada”, observou um policial. 

Francisco é o segundo assaltante morto em confronto com policiais nessa semana, na Grande Cuiabá. Na segunda-feira de manhã, Ali Carlos Figueira da Silva, de 22 anos, morreu após trocar tiros com policiais militares após quatro homens que invadiram uma loja de conveniência num posto de combustível, na avenida Miguel Sutil. Na fuga, os bandidos trocaram tiros e Ali Carlos morreu no local. 

Com o assaltante, os policiais apreenderam uma pistola e produtos roubados dos funcionários e clientes da loja. Os policias descobriram que ele tinha saído recentemente do presídio. Ele estava preso sob acusação de roubo. (AR) 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime