25.08.2019 | 08h10


CERCO A SONEGADORES

Após mandados em distribuidoras de bebidas, Defaz mira bares 'famosos'

O delegado Sylvio do Vale Ferreira, da Defaz, se refere aos pontos de comércio que adquiriram bebidas 'quentes' (Velho barreiro, Jamel, Pirassununga, etc...) de forma ilegal


DA REDAÇÃO

O delegado da Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e contra a Administração Pública (Defaz), Sylvio do Vale Ferreira Júnior, afirmou logo após a deflagração da Operação “Liber Pater”, na sexta-feira (23), que alguns estabelecimentos comerciais sonegadores são “bastante frequentados” na região da Baixada Cuiabana.

O delegado se refere aos pontos de comércio que adquiriram bebidas quentes (Velho barreiro, Jamel, Pirassununga, etc...) de forma ilegal. Esses locais, segundo ele, foram alvos de mandados de busca e apreensão expedidos em 24 cidades de Mato Grosso, mas ao que tudo indica alguns se encontram na grande Cuiabá e Várzea Grande.

“Os que identificamos são onde estão sendo cumprindo os mandados de busca”, afirmou o delegado em coletiva de imprensa na Sefaz.

Alguns supermercados de grande porte também estão arrolados como parte do esquema de venda e revenda de bebidas sem notas fiscais. Alguns são comércios de fachada, que foram criados para fraudar os impostos em Mato Grosso e em vários estados.

O delegado Sylvio afirma que além de conhecidos, esses supermercados serão divulgados em uma relação de alvos de mandados de apreensão.

“Os supermercados são conhecidos na região, então eu acredito que a gente vai divulgar a relação de todos os estabelecimentos que foram objetos dos mandados de busca e são estabelecimentos bastantes frequentados na região”, finaliza o membro da Defaz.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER