alexametrics
25.08.2010 | 10h53


POLÍCIA

Alunos são dispensados das unidades estaduais



A baixa umidade do ar, além de trazer prejuízos para a saúde da população, tem alterado a rotina nas escolas de Cuiabá. Os estudantes estão com os horários das aulas reduzidos nas unidades de ensino estaduais, seguindo orientação da Secretaria de Estado de Educação.

Ontem, a umidade ficou abaixo dos 30% durante todo o dia. O nível ideal para a saúde humana é de pelo menos 60%. Dias atrás, os cuidados eram para que os estudantes não fizessem atividades físicas intensas no período das 10h às 16h, mas, com temperaturas perto dos 40ºC, a recomendação é que os alunos possam ir para casa entre 15h30 e 16h30.

Mas a situação é pior em uma unidade de ensino de Cuiabá. Os professores, coordenadores e estudantes da Escola Estadual Maria Hermínia Alves, no CPA IV, têm que enfrentar o forte calor e a baixa umidade do ar sem água. Na sexta-feira (20) e na terça-feira (24), a diretoria não teve alternativa a não ser suspender as atividades, deixando os quase mil alunos da escola sem aula.

“Se com água já é difícil enfrentar este tempo seco, sem água não tem a menor possibilidade”, disse a coordenadora de ensino do período vespertino, Quézia Xavier Benício. Segundo ela, a diretoria solicitou um caminhão-pipa à Companhia de Saneamento da Capital (Sanecap), mas o pedido foi negado pelo órgão porque havia creches e escolas municipais com o mesmo problema, e que esses estabelecimentos tinham prioridade no atendimento. Quézia informou ainda que o abastecimento de água está irregular há pelo menos 15 dias em toda a região do CPA.

A meteorologia prevê que as temperaturas continuarão perto dos 40ºC até sábado, com mínima de 21ºC. No entanto, a situação pode melhoras no começo da próxima semana. De acordo com o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos a possibilidade de chuva no domingo é de 30%, mas a temperatura não deve passar de 33ºC. Já na segunda-feira, a probabilidade de chuva é de 80%, segundo o CPTEC.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime