19.02.2011 | 10h09


POLÍCIA

Aluno que caiu de monomotor corre risco de morte

MAYARA MICHELS 09h39
DA REDAÇÃO

Continua em estado grave o aluno Anderson Marcos Gazotto, de 30 aos, que estava no monomotor que caiu ontem (18)  em Santo Antônio do Leverger. Ele está internando na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Pronto-Socorro de Cuiabá, em estado grave. Segundo informações da assessoria do hospital, o estado de saúde dele é delicado. Ele passou por uma cirurgia na tarde de sexta-feira. Devido à queda, Anderson teve um trauma abdominal, trauma no tórax e fraturas pelo corpo.

O aluno, que na hora da queda pilotava o monomotor de prefixo PP-ABX, ficou gravemente ferido e foi encaminhado para Cuiabá por uma equipe do Centro Integrado de Operações Aéreas do Estado.

Já o instrutor, Ricardo Alcântara da Silva, de 31 anos, não corre risco de morte. Ele teve uma fratura exposta na perna esquerda, passou por uma cirurgia na tarde de ontem e está internado em observação no Pronto-Socorro.

Anderson trabalha na empresa Passaredo Linhas Áereas.

A queda

Os dois ficaram feridos com gravidade após a queda de um avião monomotor, na manhã de ontem (18), próximo ao aeroporto de Santo Antônio de Leverger. O monomotor foi arremetido após o aluno tentar pousar na pista do aeroporto Senador Jonas Pinheiro.

Segundo informações, o monomotor caiu às margens da estrada que liga Santo Antônio a comunidade de Cascalheiras, a 3 metros da pista. O avião decolou de uma pista no Distrito Industrial de Cuiabá, e sobrevoava baixo, há 7 km do aeroporto Senador Jonas Pinheiro quando caiu.

As causas do acidente serão investigadas pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). A Polícia Civil de Santo Antônio de Leverger também abrirá inquérito. As suspeitas é de que tenha ocorrido falha mecânica.

 

Levergernews.com.br
Vítima foi socorrida por helicóptero do Ciopaer e levada para o Pronto Socorro de Cuiabá (Foto: Levergernews.com.br)











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO