29.05.2020 | 11h30


POLÍCIA / ACERTO DE CONTAS

Adolescente é morto na porta de casa com pelo menos 6 tiros na cabeça

Populares encontraram a vítima gravemente ferida em frente à casa de mãe durante a noite dessa quinta-feira (28), em São José do Rio Claro.


DA REDAÇÃO

Um adolescente de 17 anos, identificado como Gabriel Campos, foi executado com pelo menos seis tiros na cabeça, durante a noite dessa quinta-feira (28), na casa de sua mãe, no bairro Jardim Rio Claro, em São José do Rio Claro (315 km das Capital).

Uma ambulância do município chegou a ser acionada para prestar socorro ao menor, mas quando os médicos chegaram Gabriel já estava sem vida.

Populares encontraram o adolescente gravemente ferido em frente à casa da mãe dele.

A Polícia Militar (PM) foi acionada, isolou o local e comunicou o fato à Polícia Civil e Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), responsáveis pelos procedimentos cabíveis ao andamento da ocorrência.

Nenhum popular se apresentou como testemunha. Os vizinhos apenas relataram aos militares que após escutar os tiros saíram para ver o que tinha acontecido, quando encontraram Gabriel caído na rua ensanguentado.

A PM ainda saiu em rondas pela região buscando pelo assassino ou informações que ajudassem a identificar o autor dos disparos, mas nada foi encontrado.

Os peritos analisaram as condições em que o corpo foi encontrado e periciaram toda a área para colher evidências, que apontem as circunstâncias do homicídio.

Em seguida, o cadáver foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), onde passou por exame de necropsia que vai confirmar a causa clínica da morte.

Os policiais civis acompanharam todo o trabalho da perícia, conversaram com populares, familiares e deram início ao trabalho de investigação.

A Politec emitirá nos próximos dias um laudo com informações técnicas e resultado da perícia que dará base às investigações e ajudará na apuração dos fatos.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO