18.02.2020 | 10h54


POLÍCIA / ASSÉDIO DO APLICATIVO

Adolescente de 17 anos grava investida de motorista: 'Faria coisas com você'

Jovem denunciou acusado à polícia e compartilhou o vídeo em suas redes sociais para alertar outras meninas sobre o perigo


DA REDAÇÃO

Jovem de 17 anos grava vídeo no momento que era assediada por um motorista de aplicativo de transporte, durante a viagem. Ela divulgou as imagens e denunciou o assédio à Polícia Civil. O vídeo já tem milhões de acessos. Essa semana, em Cuiabá, uma adolescente de 16 anos foi vítima de tentativa de estupro durante uma corrida também com aplicativo de transporte.

No vídeo gravado pela jovem do Rio Grande do Sul, o pedófilo chegou ao ponto de dizer "Eu faria coisas que seu pai não faria, pode ter certeza", quando a menor rebateu uma das "cantadas" dizendo que ele tinha idade para ser pai dela.

O vídeo foi gravado no município de Viamão, durante a tarde do último domingo, região metropolitana de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

De acordo com as imagens, é totalmente perceptível o constrangimento que a adolescente demonstra durante a viagem.

O criminoso insiste com a garota dizendo que idade não é problema, já que ela tem mais de 13 anos. Ele tenta convencer a adolescente e diz que a partir dos 14 anos ela já é responsável e que namoraria se ela não tivesse namorado.

Leia mais: Motorista nega assédio e diz que garota usava 'short tipo Anitta'

Ela responde que ele tem idade para ser o pai dela e ele contesta insinuando que não é e que faria coisas que o pai dela não faria, dando um cunho sexual à conversa.

Categoricamente, a adolescente simplesmente responde: “É, mas não tenho interesse, obrigada”.

E o motorista termina dizendo que estava brincando.

A menor registrou um boletim de ocorrência contra o pedófilo e a Polícia Civil investiga o caso. Ela informou ainda que o acusado já foi removido da plataforma digital da empresa à qual prestava serviço.

A adolescente postou o vídeo em suas redes sociais para compartilhar o momento de constrangimento com outras mulheres e alertar sobre o perigo que meninas estão passando a partir do momento em que entram no carro “de um desconhecido” que está prestando um serviço, mas que ficam à mercê de motoristas que na realidade são bandidos.

Caso em Cuiabá

Em caso registrado em Cuiabá, essa semana, o motorista foi acusado de tentativa de estupro, que só não foi consumado por ele e mais dois amigos porque a adolescente conseguiu fugir, porém, com hematomas no braço e nas costas.

De acordo com a adolescente, ela estava a caminho de casa, em um carro de transporte por aplicativo, quando o motorista finalizou a corrida pelo aplicativo e disse que passaria para pegar dois amigos. A cliente não aceitou e pediu para descer, mas o motorista continuou.

Em determinado ponto, o motorista parou o carro para que os comparsas entrassem. Nesse momento a garota tentou escapar, mas foi segurada pelo braço por um dos amigos do acusado. Ela conseguiu se desvencilhar, correu e pediu ajuda em um bar próximo. Veja reportagem completa.

Veja o vídeo

 

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

Enquete

QUARENTENA

Você é a favor de parar tudo ou só isolar grupo de risco?

Sim, parar tudo é a melhor solução para conter o vírus

Não, parada total é suicídio econômico; será o caos pior que a doença

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO