22.05.2020 | 14h33


POLÍCIA / VIDA NO CRIME

3º envolvido na execução de motorista de app é apreendido e tem 14 anos

Na segunda-feira um homem e uma adolescente foram presos em Juscimeira; todos confessaram participação no latrocínio



O terceiro envolvido no latrocínio (roubo seguido de morte) do motorista de aplicativo de Primavera do Leste, Gleidson Leite Sampaio, de 39 anos, foi apreendido pela Polícia Civil no município de Pontes e Lacerda (448 km a oeste de Cuiabá). A ação realizada nesta quinta-feira (21) e cumpriu mandado judicial de busca e apreensão contra o adolescente de 14 anos.

O adolescente confessou ter participado do crime, ocorrido no final de abril. 

Conforme investigação, o latrocínio teve a participação de três pessoas, sendo um adulto e dois adolescentes. O adolescente de 14 anos era o último que estava foragido. Os outros dois acusados também confessaram.

Gleidson, que morava em Primavera do Leste, saiu para fazer uma corrida na noite do dia 27 de abril, não retornando para casa. A esposa logo procurou a polícia.

No dia seguinte, a Polícia Militar foi acionada pela gerência de uma pousada na comunidade Olho d'Água, município de Santo Antônio de Leverger, sobre uma pessoa que foi encontrada morta em um dos quartos. A vítima tinha sinais visíveis de tortura, estava amordaçada e com braços e pernas amarrados, além de parte arrancada de uma das orelhas.

Na noite anterior ao crime, quatro pessoas chegaram em um carro modelo SUV, da vítima, e se hospedaram no local. O veículo era dirigido por um dos suspeitos e a vítima estava no banco de trás do carro. Momento depois, três pessoas saíram do local no carro, sem a vítima. Imagens de câmera da pousada registraram toda a movimentação de chegada e saída do grupo.

O adulto foi autuado por latrocínio (roubo seguido de morte) e corrupção de menores. Os adolescentes vão responder por ato infracional análogo a latrocínio.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO