21.11.2010 | 19h37


POLÍCIA

10 menores fogem do Centro Sócio-educativo de Roo; quatro são recapturarados



DAYANE POZZER
RONDONÓPOLIS

Dez menores que cumpriam pena e estavam apreendidos no Centro Sócio-educativo de Rondonópolis, em anexo à Delegacia Especializada do Adolescente (DEA), conseguiram fugir na noite deste sábado (20), por volta de 21h. Na manhã deste domingo (21), a Polícia Militar recapturou quatro dos adolescentes.

Segundo um agente prisional, os infratores conseguiram quebrar vários cadeados e tiveram acesso para o lado de fora da prisão. O local é cercado e possui concertinas no alto do muro, no entanto, não há arame de proteção em um portão na lateral do terreno, local por onde os menores podem ter pulado para conseguir fugir.

Entre os dez que fugiram, sete estavam apreendidos pelo crime de roubo à mão armada e três por tráfico de drogas, sendo que um ainda cumpria pena por posse ilegal de arma. Neste domingo, as visitas foram suspensas na unidade.

Recapturas

Por volta de 9h deste domingo, a PM recebeu a informação de que havia dois elementos suspeitos próximo ao Estádio Luthero Lopes. Os policiais foram checar a informação e encontraram dois menores, um de 16 e outro de 17 anos, próximos ao Residencial Lúcia Maggi.

Quando perceberam a presença de policiais, os adolescentes empreenderam fuga e na tentativa se feriram com arames farpados. Os dois foram detidos e levados novamente para o Centro Sócio-educativo.

As 11h40 a PM recebeu outra informação via 190 de que mais dois menores estariam em um matagal nas proximidades do Pesque Pague do Jailton, na Vila Goulart, próximo da unidade de detenção. Os infratores também foram conduzidos para a prisão novamente.

Mais um adolescente também voltou para a unidade, mas, segundo informações, foi levado pela própria mãe. Até o momento, continuam foragidos cinco menores infratores.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO