04.05.2019 | 14h10


ESTRADAS SUPERFATURADAS

TCE investiga contrato de R$ 43 milhões feito por Silval com citada na Ararath

Investigação é sobre contrato feito pela gestão Silval Barbosa, com a Encomind, para pavimentação de 45 km no Araguaia.


DA REDAÇÃO

O Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE) determinou a Tomada de Contas Ordinária, com o intuito de apurar dados ao erário no contrato n° 137/2013, firmando entre a Encomind Engenharia Comércio e Indústria Ltda e a Secretaria de Infraestrutura e Logística (Sinfra), na gestão do ex-governador Silval Barbosa.

A medida é da conselheira interina Jaquelina Jacobsen e circulou no Diário Oficial de Contas da última quinta-feira (02).

A ação tramita em sigilo. Será investigado o superfaturamento de contratos, possíveis irregularidades em obras entre outras supostas ilicitudes por parte dos gestores públicos e a empresa.

O contrato se refere às obras de pavimentação das rodovias MT-100, MT- 336, trechos da BR-364 e BR-070, segmentos que compreendem as cidades de Alto Araguaia, Ponte Branca e Ribeirãozinho, com extensão 45.538 km. O valor do certame foi de R$ 43.753.365,40 milhões.

A empresa Encomind é citada na Operação Ararath, da Polícia Federal, que que investiga um esquema de lavagem de dinheiro estimad em R$ 500 milhões no Governo de Silval Barbosa.

Leia mais: 

Políticos e empresários sonegaram R$1,5 bilhão em MT











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Flavio   04.05.19 20h02
Contrato de 2013 ?? Irão investigar agora?... que agiidade hein TCE?!

Responder

0
0
Matéria(s) relacionada(s):

Enquete

ABUSO DE AUTORIDADE

Você concorda com aprovação da Lei para punir juízes?

Concordo: MP e Juízes erram muito e prejudicam pessoas de bem

Não concordo. A aprovação da lei é que é um abuso

Bolsonaro deveria vetar a lei

Bolsonaro deve sancionar a lei

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER