18.09.2017 | 10h41


PODERES / ESCOLTADO

Silval presta depoimento como vítima de extorsão de jornalistas

A operação investiga a cobrança de propina de jornalistas do Grupo Milas de Comunicação para que não publicassem matérias denunciando políticos e empresários. Os escândalos foram descobertos na Operação Sodoma.


DA REDAÇÃO

O ex-governador Silval Barbosa (PMDB) será ouvido como vítima pela juíza Selma Arruda, da 7ª Vara Criminal, nesta segunda-feira (18), no processo decorrente da Operação Liberdade de Extorsão.

A operação investiga a cobrança de propina de jornalistas do Grupo Milas de Comunicação para que não publicassem matérias denunciando políticos e empresários. Os escândalos foram descobertos na Operação Sodoma.

Será a primeira vez que Silval aparecerá em público depois que a delação ao Ministério Público Federal (MPF) foi divulgada. Ele presta depoimento como vítima dos réus Antônio Carlos Milas de Oliveira, dono do Grupo Milas, os filhos dele Maycon Feitosa Milas e Max Feitosa Milas, e os jornalistas Antônio Peres Pacheco, Haroldo Ribeiro de Assunção e Naedson Martins da Silva.

Também são vítimas dos jornalistas o ex-secretário da Casa Civil, Pedro Nadaf, os empresários Willians Mischur e Filinto Muller, o ex-secretário de Fazenda de Cuiabá, Pascoal Santullo, além de Allan Exupery, Emmanuel de Araújo, José Ari de Almeida, Marilena Aparecido Ribeiro, Leonardo da Silva Cruz e Sidney Garcia.

O ex-governador está em prisão domiciliar e será escoltado até o Fórum de Cuiabá, às 13h30. Também prestam depoimento Maycon e Max Milas.

Entenda

A operação foi deflagrada no dia 12 de março de 2016 pela Delegacia Fazendária (Defaz), que apontou que os jornalistas cobravam de R$ 100 mil a R$ 300 mil para não denunciar políticos e empresários em matérias divulgando irregularidades em contratos, corrupção passiva e ativa.

Os jornalistas foram presos na ocasião, assim como o auditor fiscal da Prefeitura de Cuiabá, Walmir Corrêa, acusado de repassar informações sigilosas e privilegiadas a eles.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO