13.06.2017 | 17h53


PRESO POR CORRUPÇÃO

Selma manda soltar Silval Barbosa; ex-governador vai devolver R$ 46 milhões

Para conseguir a liberdade do ex-governador Silval Barbosa, a defesa usou como base o fato do peemedebista ter confessado esquema de corrupção no período em que esteve à frente do Governo do Estado.


DA REDAÇÃO

A juíza Selma Rosane Arruda, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, determinou na tarde desta terça-feira (13) a soltura do ex-governador Silval Barbosa (PMDB) e do ex-chefe de gabinete Silvio Cesar Correia. Silval estava preso há quase dois anos no Centro de Custódia de Cuiabá (CCC), acusado de liderar um esquema de corrupção no período em que esteve à frente do Governo do Estado.

O ex-governador e o ex-chefe de gabinete possuíam três decretos prisionais decorrentes da "Operação Sodoma" e seus desdobramentos. Para conseguir a liberdade dos acusados, a defesa usou como base o fato do peemedebista ter confessado crimes pontuais que contaram com a sua participação e se defender do que são, segundo a defesa, imputados e que tenha envolvimento. Silval teria se comprometido a devolver R$ 46 milhões ganhos ilegalmente.

De acordo comas informações, a decisão da juíza Selma Arruda, que segue em segredo de justiça, determina que o ex-governador cumprirá prisão domiciliar e medidas cautelares alternativas como uso tornozeleira eletrônica, como solicitou os advogados Délio Lins e Silva Junior e de Silvio Correia pelo advogado Victor Alípio Borges.

A mesma a penalidade foi a aplicada a Silvio Correia, ex-chefe de gabinete do Governo estadual.











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Ariete Hirt  14.06.17 00h43
Nesses casos vale super valorizar bens ou tem algum órgão de controle "digno" e confiável que vai fazer as avaliações?

Responder

3
1

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO