08.05.2019 | 16h10


VEJA VÍDEO

Secretário de Saúde diz que Selma faz denuncismo sem fundamento

Gestor rebateu as informações da senadora Selma Arruda de que pacientes estariam morrendo de fome na UTI do Pronto-Socorro de Cuiabá por falta de insumos.


DA REDAÇÃO

O secretário de Saúde de Cuiabá, Luiz Antônio Possas de Carvalho classificou como denuncismo “sem fundamento” um vídeo da senadora Selma Arruda (PLS), publicado nas redes sociais, em que ela diz que pacientes estariam morrendo de fome na UTI do Pronto-Socorro de Cuiabá por falta de insumos. Para rebater a parlamentar, a equipe de Comunicação da Prefeitura produziu um vídeo/resposta com o secretário, na manhã desta quarta-feira (08), na Farmácia Central do Pronto-Socorro. No local - cheio de remédios e insumos- Possas disse que estava na farmácia para "tranquilizar a população cuiabana".

"Olhem, está completo de insumo e medicamentos. Existe estoque base e estoque mínimo de alguns produtos, mas não há estoque zero de medicamentos como foi propagado", disse o gestor ao acrescentar que uma grande leva de medicamentos e insumos chegou a farmácia durante a tarde do último sábado (04): "E ainda há uma carreta de caminhão com medicamentos para chegar", emendou.

"Olha o quanto que foi entregue. Olha aqui a relação", enfatizou Possas que estava com uma lista dos produtos em mãos que tinham acabado de chegar: "Temos luvas de todos os tamanhos, cateteres, gases, agulhas, sondas nasogástrica, sonda curta, atadura de operatória...", mencionou.

Possa pediu para que as pessoas denunciem qualquer tipo de maus tratos na saúde pública, mas que sejam denúncias "calcadas na verdade".

No vídeo ele também manda uma mensagem direta à senadora Selma e aos demais políticos que compõem a bancada federal de Mato Grosso no Congresso Nacional.

"Venha, senadora, fazer a saúde de Cuiabá e não criticar e fazer denuncismo anônimo e sem fundamento. Quero pedir para os políticos que tragam emendas para saúde, coisas que efetivamente vão melhorar a população", concluiu.

Entenda

Em um vídeo feito na noite de terça-feira (07), no plenário do Senado, a Selma aparece falando que a situação está insustentável no principal hospital de urgência e emergência do Estado.

Sem citar nomes, destaca que recebeu a denúncia no final de semana e citou uma série de materiais que estariam faltando no hospital para atender a população, como luvas, seringas e remédios.

Veja vídeo

Leia mais

Selma diz que pacientes do PS estão morrendo de fome; Prefeitura nega

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

Enquete

ABUSO DE AUTORIDADE

Você concorda com aprovação da Lei para punir juízes?

Concordo: MP e Juízes erram muito e prejudicam pessoas de bem

Não concordo. A aprovação da lei é que é um abuso

Bolsonaro deveria vetar a lei

Bolsonaro deve sancionar a lei

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER