28.03.2020 | 15h55


PODERES / ARRECADAÇÃO EM QUEDA

Prefeito de Cuiabá estima prejuízo de R$ 30 milhões por causa da Covid-19

Segundo o prefeito somente neste mês houve queda de R$ 8 milhões na arrecadação; salário dos servidores será pago no fim do mês


DA REDAÇÃO

A Prefeitura de Cuiabá prevê, para os próximos meses, prejuízo de R$ 30 milhões em razão da pandemia do covid-19, o novo coronavírus. A estimativa foi apresentada pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) durante coletiva virtual, nesta sexta-feira (27).

Ele disse que os efeitos já começaram a ser sentido pelo município neste mês, onde houve uma queda de cerca de R$ 8 milhões na arrecadação.

Uma das áreas que colaborou para a perda da receita foi  a diminuição do recurso do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), que é composto pela arrecadação do Imposto de Renda (IR) e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), além das medidas restritivas que proibiu o funcionamento do comércio durante o período da quarentena.

"Perdemos agora cerca de R$ 8 milhões, achamos que será três vezes em torno disso, então, há uma previsão de R$ 25 a R$ 30 milhões o que é devastador para o Município como Cuiabá, uma Capital como Cuiabá", destacou.

Ele destacou que uma equipe esta trabalhando para adotar medidas para amenizar o impacto no cofre do município. Emanuel ainda comentou que espera que o governador Mauro Mendes (DEM) siga o exemplo do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), que doou para Capital do Estado R$ 50 milhões como ajuda para o enfrentamento da crise causada pela pandemia do coronavírus.

"É muito importante deixarmos de lado as diferenças políticos-partidárias ou até pessoais se tiver, que no meu caso não tenho. Estava vendo os anúncios do governo de São Paulo e da prefeitura de São Paulo, independente do alinhamento lá, não sei como que está, mas o governo de São Paulo doou R$ 50 milhões para prefeitura da Capital do Estado, que é a cidade maior e mais importante do Estado de São Paulo, para que o prefeito Bruno Covas possa superar  a economia de São Paulo", relatou.

"Isso que espero do líder maior do Estado [Mauro Mendes] esse apoio. Sei que R$ 50 milhões não têm condições de repassar, mas apenas o necessário por entender que Cuiabá é a Capital, é a maior cidade do Estado, aqui é a mãe de todos os municípios. Se você sentir uma ‘dor de cabeça’ no interior corre para Cuiabá. A Capital é o esteio, ao lado de Várzea Grande, da saúde pública, merece tratamento diferenciado", complementou. 

Salário dos servidores 

O prefeito aproveitou a coletiva para anunciar que no dia 31, terça-feira, o salário dos servidores públicos do município estarão na conta. Ele disse que a prefeitura trabalha para que não ocorram atrasos salariais, mas há riscos caso haja impactos negativo na receita.

"Esse mês o salário esta garantido. Dia 31 de março, terça-feira, último dia útil salário dos servidores públicos de Cuiabá, dos 18,5 servidores estarão na conta. Estamos trabalhando para que não tenha nenhuma, apesar da turbulência, ameaça à folha salarial que é sagrada", disse.

Medidas restritivas  

Emanuel Pinheiro ainda criticou o governador Mauro Mendes por ter publicado um decreto que lista segmentos do comércio que poderão funcionar durante o período de quarentena. Segundo o emedebista, a medida foi equivocada e precipitada que no momento de pandemia do vírus, ele ressaltou que, no momento, irá preservar vidas para depois cuidar do comércio. Além disso, ele destacou que o funcionamento do comércio não compete ao Estado, mas sim ao Município.

Leia mais

Emanuel: Governador está equivocado; Prefeitura manda no comércio

 











(2) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Benedito costa  28.03.20 21h32
Tá por fora Emanoel tá com dó de 30% só de queda? Põe queda nisso, tá só o começo.

Responder

0
0
arabe  28.03.20 18h30
nao entendi manda no comercio de cuiaba e agora chora pelas perdas ???senhor prefeito ainda tem mais bairros devastados que o senhor nao viu ....

Responder

3
0
Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO