05.05.2019 | 07h45


3 MESES EM BRASÍLIA

Petista lidera gastos de cota entre deputados federais de MT

Portal Transparência da Câmara aponta que, entre fevereiro e março, Rosa Neide gastou R$ 69,6 mil do benefício. Os mais econômicos foram Nelson Barbudo (PSL) e Leonardo Albuquerque (SD).


DA REDAÇÃO

A deputada Rosa Neide (PT) foi quem mais usou a cota parlamentar entre os oito deputados da bancada federal de Mato Grosso, nos primeiros três meses de atuação no Congresso Nacional neste ano.

Conforme informações do Portal Transparência da Câmara, entre fevereiro e março, ela gastou R$ 69,6 mil do benefício. Os mais econômicos foram Nelson Barbudo (PSL) e Leonardo Albuquerque (SD).

A cota parlamentar é um recurso que os deputados dispõem para custear suas despesas durante o exercício do mandato como passagens aéreas, conta de celular, abastecimento de carros, contratação de técnicos para realização de CPI’s e divulgação da atividade parlamentar.

No caso de Rosa Neide, seus maiores gastos ocorreram em março, quando ela usou mais de R$ 30 mil do benefício. A principal despesa foi para manter seu escritório de apoio à atividade parlamentar, para o qual desembolsou R$ 7 mil, principalmente para locação de um imóvel na Avenida Miguel Sutil, em Cuiabá. Em março, ela também gastou com locação de veículo (R$ 5, 8 mil) e emissão de bilhete aéreo (R$ 4,9 mil).

Já Nelson Barbudo (PSL) figura na outra ponta do ranking, como o deputado mais econômico de Mato Grosso, com uso de apenas R$ 9, 9 mil da cota parlamentar, entre o fevereiro e março. Suas despesas maiores foram em viagens de avião entre Cuiabá/Brasília e Brasília/Cuiabá (R$ 2,3 mil) e no abastecimento e compra de lubrificante a veículos (R$ 1, 1 mil).

Confira o restante do ranking

O deputado Valternir Pereira (MDB) – que substitui Carlos Bezerra (MDB) – aparece em segundo na lista de gastos, com R$ 65 mil de uso da cota parlamentar. Chama atenção seus gastos para divulgar suas atividades como deputado, no valor de R$ 18 mil. Em apenas um material informativo, o parlamentar desembolsou R$ 12 mil, que foram pagos à Gráfica Multicor, localizada no Bairro Boa Esperança, em Cuiabá. Valtenir também gastou com combustíveis e lubrificantes ( R$ 6 mil) e locação de veículos (R$ 5,2 mil).

Em terceiro lugar vem Juarez Costa (MDB) com R$ 59, 3 mil. Seu maior gasto foi com emissão de bilhete aéreo (R$ 11,6 mil), durante fevereiro. Neste – quando gastou R$ 35, 2 mil – Juarez também usou sua cota para locação de veículos (R$ 9,3 mil) e manutenção do escritório de apoio à atividade parlamentar (R$ 3,9 mil).

Neri Geller (PP) vem logo atrás com R$ 54,9 mil utilizados de sua cota parlamentar. Seus maiores gastos ocorreram em fevereiro (R$ 30, 8 mil). Chama atenção nesse período, o aluguel de uma caminhonete Volkswagen Amarock (R$ 7 mil), para rodar em Cuiabá; e o aluguel de um Toyota Corolla (R$ 4 mil), que ficou disponível para o parlamentar em Brasília. Os dois veículos foram utilizados por Geller – ou pela equipe dele – de 1º a 28 de fevereiro.  Em fevereiro, ele também utilizou sua cota para divulgar sua atividade parlamentar ( R$ 5 mil) e em viagens aéreas (R$ 7, 7 mil).

José Medeiros (Podemos) – vice-líder do Governo na Câmara – aparece na quinta posição, com gastos na ordem de R$ 30, 2 mil, seguido de Emanuelzinho, do PTB, que gastou R$ 26, 9 mil.

O deputado Leonardo Albuquerque (SD) é sétimo colocado, usando apenas R$ 23,4 mil de sua cota parlamentar, somados os meses de fevereiro a março. Seu principal gasto foi em emissão de bilhete aéreo (R$ 6, 5 mil), no mês de fevereiro. 

Confira na íntegra os gastos dos parlamentares

Leia mais

Juarez Costa é o deputado federal de MT campeão em gastos               

 

 

 

 

 











(3) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

A Professora CorruPTa  06.05.19 01h01
E agora, cadê os professores e profissionais da rede municipal de ensino vcs fizeram greve pra pressionar para votarem nela, e aí cadê vcs agora? Fizeram greve durante o período eleitoral pra que votassem nela e agora vão ficar quietos seus corruptos?

Responder

15
1
Armindo de Figueiredo Filho  05.05.19 22h43
Até quando vamos deparar com esse tipo de gastos????É o dinheiro público indo pro RALO!!! ORA BOLAS!!!. Essas despesas, nao justificam a ninguem. Pode ser ate legais, mas não passam de imorais...Tá em Lei? Regimento Interno? Ata? Decreto? Portaria? Resolucao? SEJA onde for... QUE se REVOGUE , esses DISPARATES (toda lei é autorizativa e pode ser REVOGADA)...é um afronta a todos nós, trabalhadores assalariados , que pagam seus impostos, com muito suor e sacrifício . E agora , vem a toma, virando manchete na mídia. E tem mais ...como se fosse um "RANKING ESPETACULAR DE GASTADORES" no congresso. Todos ...isso sim...deveriam sentir "ENVERGONHADOS E CONSTRANGIDOS" de verem os seus nomes, nessa lista nefasta. Que continua causando repúdio à todos os brasileiros .Tá na hora de acabar com essa Farra com o erário. ...aliás.. Já passou da hora , de sua EXTINÇÃO. Fim de papo.....

Responder

11
0
ana  05.05.19 14h22
e agora Rosa explica pra quem votou em vc????? facil olhar pros outros..... aproveita e tenta explicar os desmandos do seu querido PT nos ultimos 14 anos

Responder

25
3
Matéria(s) relacionada(s):

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER