27.01.2017 | 15h00


RÉU CONFESSO

Permínio Pinto chega sorrindo para depor ao Gaeco; veja vídeo

O ex-secretário de Educaçãopresta novo depoimento sobre o esquema de fraudes na Seduc


DA REPORTAGEM

O ex-secretário de Estado de Educação da atual gestão, Permínio Pinto chegou sorridente para novo depoimento ao Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), na tarde desta-sexta-feira (27).

Réu confesso da ação penal oriunda da operação Rêmora, Permínio, acompanhado de seu advogado Arthur Osti, não quis falar com a imprensa.

De acordo com o promotor de Justiça Marcos Bulhões, que acompanha as investigações sobre esquema de propina, cartel e fraude em licitações na Secretaria de Estado de Educação (Seduc), a oitiva de Permínio deve esclarecer pontos relativos a três Procedimentos Investigatórios Complementares (PIC's), que visam embasar o processo que tramita na 7ª Vara Criminal de Cuiabá. 

O esquema

De acordo com o depoimento do empresário Giovanni Guizardi, delator da Operção Rêmora, que levou Permínio para a cadeia em julho de 2016, o esquema criminoso, do qual o ex-secretário participava, teria lucrado ao menos R$ 2 milhões em propina cobrada de empreiteiros para que pudessem se sagrar vencedores das licitações de obras da Seduc.

Permínio confessou sua participação no esquema de fraudes em licitações de obras da Seduc, desarticulado pela Operação Rêmora.

Com relação ao valor, que afirma ter recebido, Permínio se comprometeu em revelar o montante em reinterrogatório e garantiu que irá restituir o erário. 

O ex-secretário responde ao processo em prisão domiciliar, desde dezembro de 2016.

Depoimentos

Na próxima segunda-feira (30), o Gaeco irá ouvir Giovanni Belatto Guizardi. O depoimento dele está previsto para as 14h e às 16h do mesmo dia será a vez de Fábio Frigeri.

Já no dia 1º de fevereiro, o empresário Alan Malouf será quem vai prestar esclarecimentos à Justiça. Ele deve realizar sua oitiva às 14h, na presença de vários promotores de Justiça.

Às 16h, da mesma data, o ex-servidor estadual Wander Luiz dos Reis será ouvido.

 











(2) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Edson Silva   27.01.17 22h41
Como assim ex-servidor Wander Luís dos Reis? Se o mesmo fez contagem de pontos na escola estadual onde é lotado. Entende-se que o fulano ainda recebe dois subsídios de dois cargos de professor. Esse é a realidade saquea cofres públicos e ainda recebe do estado. Indignado!!!

Responder

2
0
Cpa  27.01.17 19h07
Qual a diferença dese ladrão do dinheiro público para os que estão nos presídios. Nenhum

Responder

5
0

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER