03.09.2019 | 11h15


250 MILHÕES DE DÓLARES

Pedido de empréstimo bilionário para MT já está no Senado

Essa é a última etapa para aprovar o empréstimo, para quitar a dívida com o Bank of América; A meta é de que em dois dias todo o processo seja aprovado e a autorização concedida a Mato Grosso.



O pedido de empréstimo do Governo de Mato Grosso junto ao Banco Mundial chegou ao Senado Federal e será lido nesta terça-feira (03.09), em plenário. De acordo com o governador Mauro Mendes, que está em Brasília acompanhando toda a tramitação, o empréstimo é fundamental para que seja possível quitar a dívida junto ao Bank of América.

A quitação desse empréstimo é uma das metas do Governo na buscar pelo equilíbrio fiscal de Mato Grosso. O valor desembolsado em duas parcelas anuais é elevado e compromete as finanças. A previsão é de que a parcela que deverá ser paga neste mês, caso o empréstimo não seja concretizado a tempo, é de R$ 154 milhões. 

Para conseguir aprovar o valor a tempo, o governador ficará na Capital Federal e atuará junto com o senador Jayme Campos no Senado. 

“O senador Jayme será o nosso timoneiro aqui no Senado, nessa nossa última etapa para aprovar o empréstimo junto ao Banco Mundial, para quitar o empréstimo no Bank of América. Isso será muito importante para dar o equilíbrio fiscal tanto almejado por Mato Grosso”, destacou Mauro Mendes.

O senador Jayme explicou como será todo o trâmite no Senado e a meta é de que em dois dias todo o processo seja aprovado e a autorização concedida a Mato Grosso.

“Estamos tendo o privilégio de receber o nosso governador Mauro Mendes aqui. Agora a tarde já vai ser lida em plenário a matéria sobre o empréstimo. Após a leitura no Plenário da Casa, a matéria será enviada para a Comissão de Assuntos Econômicos. Feito isso, o presidente da comissão, senador Omar Aziz, vai designar um relator e eu espero que o relator possa, dentro da sua bondade, fazer o relatório ainda hoje, para que amanhã o presidente da comissão possa convocar uma extraordinária, lá na Assuntos Econômicos, feito isso, votado e aprovado, retornamos ao plenário e voltamos ainda que possível amanhã, nem que seja 9 ou 10 horas da noite”, explicou o senador.

Jayme Campos ainda destacou que ele irá se “empenhar o máximo possível, junto com os demais senadores de Mato Grosso, para fazermos com que de fato esse empréstimo se concretize, melhorando a questão das finanças e, sobretudo o ajuste fiscal”. 

Mauro Mendes ainda destacou que ficará em Brasília nesta terça e quarta-feira (04.09) junto com Jayme e a bancada federal para conseguir acelerar o processo. 

“Vamos ficar hoje e amanhã aqui em Brasília, e quero agradecer a nossa bancada federal que tem sido muito parceria de Mato Grosso. Quero agradecer aos nossos senadores e a todos que têm nos apoiado na busca pelo reequilíbrio fiscal para que possamos consertar o Estado de Mato Grosso”, destacou.

O valor a ser emprestado pelo Estado é de US$ 250 milhões e será utilizado integralmente para quitar o outro empréstimo realizado por gestões passadas junto ao Bank of América. As parcelas a serem pagas pelo Estado serão mensais e com juros menores do que os praticados pelo atual contrato.

Entenda o passo a passo do empréstimo

1. Ler em Plenário (Senado Federal);
2. Enviar para a Comissão de Assuntos Econômicos;
3. Designar relator dentro da Comissão;
4. Relator emite parecer;
5. Parecer é apreciado na Comissão e depois remetido ao plenário;
6. Parecer é votado em Plenário do Senado;
7. Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional assina contrato com o Banco Mundial.











(2) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Pardal  03.09.19 13h35
Tomara que seja aprovado pelo Senado, que acaba essa agonia

Responder

0
0
Teka Almeida  03.09.19 12h10
Meu Deus, quando será que essa novela acaba??Mauro MENTE vc precisa trabalhar, porque até agora passou mais tempo viajando do que dentro do estado governando. Hoje 03/09 e até agora nada de falar do VERGONHOSO PARCELAMENTO dos salários. Governo de um mandato só, faltam 3 anos e 3 meses passa rápido.

Responder

0
0
Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO