17.07.2019 | 11h40


APOSENTARIA DE R$ 18 MIL

MPE pede fim de pensão cedida pela Assembleia à sogra de José Riva

Conforme a ação, o benefício é concedido de maneira irregular a Nair Volpato Ribeiro, que recebe aposentadoria por morte do marido Juraci Gomes Ribeiro


DA REDAÇÃO

O promotor Clóvis de Almeida Júnior propôs ação civil pública contra o pagamento de aposentadoria de R$ 18,2 mil, concedido pela Assembleia Legislativa, a Nair Volpato Ribeiro, que é mãe da ex-secretária de Cultura de Estado Janete Riva, esposa do ex-presidente da Assembleia, José Riva.

Conforme a ação, Nair recebe a aposentadoria por morte do marido, Juraci Gomes Ribeiro, pai de Janete, que morreu em agosto de 2015.

Segundo o promotor do Ministério Público Estadual (MPE), Juraci ganhou estabilidade na Assembleia de modo irregular, sendo nomeado pelo seu genro José Riva para o cargo de comissão de secretário da Mesa Diretora da Assembleia, em outubro de 1997.

Explicou que Juraci ganhou estabilidade na Assembleia ao acumular tempo de serviço prestado em outras instâncias públicas, como prefeituras e câmaras municipais. Essa prática, segundo o promotor, é vedada conforme entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF).

"[...] a concessão da estabilidade anômala ao servidor, conforme fixado em jurisprudência do Supremo Tribunal Federal, além de estar condicionada à comprovação do exercício, pelo servidor, de, pelo menos, cinco anos ininterruptos no mesmo ente público, anteriores a promulgação da CRFB/1988 – 05/10/1988 –, deve este estar durante o lapso temporal exigido em exercício de cargo efetivo ou contratado dos quadros de servidores da ALMT”, argumenta o promotor Clóvis.

Na ação, o MPE pede o fim da continuidade do pagamento do benefício de pensão por morte a mãe de Janete, devido ao "crescente dano ao erário público" ocorrido nas últimas décadas.

A ação será julgada pela Vara Especializada de Ação Civil Pública e Ação Popular de Cuiabá. 











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

ana  17.07.19 12h05
mas é todo dia nesta AL. que tal fazer um mutirão e acabar com todas estas aposentadorias irregulares. Aposto que dá pra economizar mais de 500 mil por mes

Responder

1
0

Enquete

ABUSO DE AUTORIDADE

Você concorda com aprovação da Lei para punir juízes?

Concordo: MP e Juízes erram muito e prejudicam pessoas de bem

Não concordo. A aprovação da lei é que é um abuso

Bolsonaro deveria vetar a lei

Bolsonaro deve sancionar a lei

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER