25.08.2017 | 15h56


PODERES / VEJA A ÍNTEGRA

Ministro do STF derruba sigilo de delação de Silval

O ministro do STF, Luiz Fux, afirmou que as colaborações constantes dos autos foram firmadas no curso de operações e já são de conhecimento público



O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, quebrou o sigilo da delação do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), nesta sexta-feira (25). Ele atendeu a pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Segundo Janot, “a imprensa vem divulgando paulatinamente as informações, o que pode causar gravames às pessoas que são citadas, ante a ausência de contextualização das declarações dos colaboradores”.

Dessa forma, o ministro afirmou que as colaborações constantes dos autos foram firmadas no curso de operações e já são de conhecimento público, “inexistindo motivo de ordem pública que determine a manutenção do sigilo do presente feito”.

Também nesta sexta-feira, Fux autorizou a abertura de inquérito para apurar a existência de uma organização criminosa no alto escalão do Governo do Mato Grosso entre 2006 e 2014.

A investigação vai apurar a existência de crimes apontados nas delações premiadas do ex-governador Silval Barbosa, de três parentes dele e de um auxiliar - todos fecharam acordos com o Ministério Público Federal no âmbito da Operação Ararath.

O pedido de investigação feito por Janot, também envolve suspeitas de corrupção, operação clandestina de instituição financeira, gestão fraudulenta de instituição financeira e lavagem de dinheiro.

Veja a íntegra da delação:

Parte 01

Parte 02

Parte 03

Parte 04











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Luciano   25.08.17 20h07
E quem vazou as delacoes dele

Responder

1
1

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO