15.05.2020 | 16h09


PODERES / REAJUSTE DOS DGA's

Mauro responde criticas de internautas, chama Taques de incompetente e Silval de ladrão

Em tom de desabafo governador de MT afirma que não há aumento de salários, mas sim economia



Governador Mauro Mendes responde internautas em tom de desabafo sobre o projeto aprovado pela Assembleia Legislativa que altera a redação de seis leis complementares e de uma lei estadual. As principais mudanças estão nos salários e gratificações dos servidores que ocupam cargos em comissão e funções de confiança. “Vergonhoso é o que ocorreu na gestão do Pedro (Pedro Taques), com tamanha incompetência, e na roubalheira do Silval (Silval Barbosa), que quase quebrou o Estado. Vergonha é ver como a maioria se calou em relação a isso, e alguns se beneficiaram”.

Mauro Mendes afirma que a mensagem representa economia ao Estado. “É mais barato que um servidor efetivo receba uma porcentagem para exercer o cargo de confiança do que contratar um comissionado que obrigará o Estado e pagar o valor integral. Não há aumento de gastos, e sim economia”.

Quanto aos diretores e chefes de autarquia, afirma que haverá a equiparação salarial. “Um presidente do Detran, Indea, Intermat, etc, que tem grande responsabilidade, hoje ganham R$ 7 mil por mês, enquanto há no estado mais de 20 mil servidores ganhando mais do que isso. Isso não é sensato, é querer corruptos e incompetentes para estes cargos. Basta relembrar as operações policiais e a situação lastimável que o Estado foi deixado em 2018”.

“O que é mais vantajoso: Pagar mal e sofrer prejuízos milionários com incompetência e roubalheira, ou pagar um salário compatível e ter um serviço público melhor?”

Leia o esclarecimento do governador aos internautas na íntegra:

 

“Esclarecendo: não há aumento de salário, e sim porcentagem nos DGAs. É MAIS BARATO que um servidor efetivo receba uma porcentagem para exercer o cargo de confiança do que contratar um comissionado que obrigará o Estado e pagar o VALOR INTEGRAL. Não há aumento de gastos, e sim ECONOMIA.
Quanto aos diretores e chefes de autarquia, haverá a EQUIPARAÇÃO SALARIAL. Vergonhoso é o que ocorreu na gestão do Pedro, com tamanha INCOMPETÊNCIA, e na ROUBALHEIRA do Silval, que quase quebrou o Estado. Vergonha é ver como a maioria SE CALOU em relação a isso, e alguns se beneficiaram.
Um presidente do Detran, Indea, Intermat, etc, que tem grande responsabilidade, hoje ganham R$ 7 mil por mês, enquanto há no estado mais de 20 mil servidores ganhando mais do que isso. Isso não é sensato, é querer corruptos e incompetentes para estes cargos. Basta relembrar as operações policiais e a situação lastimável que o Estado foi deixado em 2018.
Passe no pátio do Detran: 20 anos lotado de sucatas. Foi resolvido. Vá no intermat: 40 mil processos, alguns com mais de 20 anos. Em pouco mais de 1 ano, já emitimos mais de 6 mil títulos de regularização fundiária. Em janeiro de 2019 MATO GROSSO ESTAVA QUEBRADO, devendo para servidor, prefeitura, fornecedores, centenas de obras paradas, sem ambulância nem viatura nas ruas, UTIs fechando. À beira de um caos. Maio de 2020 e estamos com as CONTAS EM DIA e centenas de obras em todas as áreas em andamento por todo o Estado.
O QUE É MAIS VANTAJOSO: PAGAR MAL E SOFRER PREJUÍZOS MILIONÁRIOS COM INCOMPETÊNCIA E ROUBALHEIRA, OU PAGAR UM SALÁRIO COMPATÍVEL E TER UM SERVIÇO PÚBLICO MELHOR?”











(3) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Jorge  15.05.20 20h37
Quem e socio de Silval, como ele é nas mineradoras, não tem direito de falar em combate a corrupção.

Responder

1
0
Adriano   15.05.20 19h39
Governo de um só mandato

Responder

0
0
Sérgio   15.05.20 18h54
Enquanto tiver reeleição, indicações políticas, cargos de confiança, listas etc... vai haver corrupção com qualquer salário. O silval e companhia quase quebraram o estado, e não deu em nada, devolveram quase nada e que estava em nome deles, o dinheiro continua escondido como também bens em nomes dos laranjas. Não vão ser presos, estão livres e não vão poder ser processados no futuro. Os crimes foram legalizados.

Responder

0
0

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO