19.05.2020 | 08h20


PODERES / SERVIDOR COM COVID-19

Mauro critica postura de sindicatos e pressão por teletrabalho: 'Não dá para todo mundo ficar em casa'

"Se tiver um caso num órgão público e tiver que fechar, não vai ter ninguém trabalhando. Não vai ter médico e nem enfermeiros nos hospitais? Servidor tem que dar exemplo", diz


DA REDAÇÃO

Governador Mauro Mendes afirma que a sociedade precisa enfrentar a covid-19. Que é necessário tomar as medidas preventivas, mas não é possível que todos fiquem em casa. Ele criticou a postura de sindicatos que pediram o teletrabalho após um servidor ser testado positivo para a covid-19.

O governador enfatiza que, em casos como este, o servidor precisa ser afastado durante a quarentena, quem teve contato com ele ser testado e que as pessoas precisam reforçar a prevenção. “Se tiver um caso num órgão público e tiver que fechar, não vai ter ninguém trabalhando. Não vai ter médico e nem enfermeiros nos hospitais?”

Mendes defende que os servidores públicos precisam dar exemplo e que muitos estão fazendo isso neste momento. Afirma, inclusive, que há servidores que foram liberados para o teletrabalho, mas continuam na ativa. Enfatizou que algumas secretarias funcionaram praticamente com 100% da capacidade durante todo este período.

“Agora não sei se é por medo, ou por qual razão, alguns veem a oportunidade de ficar em casa. Temos que enfrentar, com cuidado, essa doença”.

O governador compara a situação do órgão público a de uma empresa ou um supermercado. “Imagina se tem um caso numa empresa e ela fecha. Daqui a pouco não teremos o que comer. Tem um caso num supermercado ele fecha? É a mesma coisa nos órgãos públicos”.

Mauro Mendes enfatiza que o governo tem monitorado diariamente os casos de covid-19 e, em reuniões semanais, discutido as medidas necessárias. A reunião do Comitê de Enfrentamento ao novo coronavírus ocorre hoje, às 10h.

A declaração do governador foi durante uma entrevista ao vivo, na manhã desta terça-feira, à rádio Jovem Pan Cuiabá FM 93.3.

Servidor contaminado 

O caso citado pelo governador ocorreu no prédio onde funciona o Instituto de Defesa Agropecuária (Indea) e a Secretaria de Agricultura Familiar (Seaf), no bairro Jardim Itália, em Cuiabá. A situação foi registrada na semana passada e o prédio passou por desinfecção. Os trabalhos já voltaram à normalidade no local.











(2) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Veruska Machado  19.05.20 17h19
Sim! Aqui mesmo na Seduc não parei um dia se quer! Não participei de revezamentos pois tenho cargo e Graças ao meu histórico de atleta não peguei nem gripe.

Responder

0
2
Walter liz  19.05.20 09h57
temos que aprender a conviver com o VIRUS, não se sabe quanto tempo isso vai durar, então toma se os cuidados e vida que segue

Responder

17
11
Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO