09.12.2019 | 15h43


PODERES / FIM DO PARCELAMENTO

Governo vai pagar servidores em parcela única nesta terça

Desde o ano passado, os servidores públicos têm recebido os vencimentos de forma escalonada, por conta do decreto de calamidade finaceira


DA REDAÇÃO

O governador Mauro Mendes (DEM) anunciou que o Governo pagará o salário dos servidores públicos, referente ao mês de novembro, em uma única parcela no próximo dia 10.

Desde o ano passado, os servidores públicos têm recebido os vencimentos de forma escalonada.

Segundo Mauro, o pagamento em uma única parcela só foi possível após a adoção de medidas para equilibrar o caixa do Estado, como economia de energia, devolução de carros e revisão de contratos.

“Graças ao trabalho de muitos de vocês, estamos conseguindo chegar agora em dezembro fazendo o pagamento em uma única parcela. No dia 10 de dezembro, o salário estará 100% depositado na conta de vocês”, disse durante uma reunião com os secretários de Estados e alguns servidores.

“Graças ao trabalho de muitos de vocês, estamos conseguindo chegar agora em dezembro fazendo o pagamento em uma única parcela. No dia 10 de dezembro, o salário estará 100% depositado na conta de vocês”, disse durante uma reunião com os secretários de Estados e alguns servidores.

O democrata relembrou que no início de sua gestão pagou o salário dos servidores em três parcelas, além disso, teve que dividir o 13° salário em quatro vezes.

“Ao longo do ano ficamos pagando o salário, primeiro mês dividindo em três parcelas, 30 dias de atraso, pagamos o 13° de 2018 em quatro parcelas e a partir desse momento fomos parcelando em duas ou três vezes e agora estamos chegando em dezembro, depois de todo esse trabalho, de toda essa luta, conseguimos construir isso juntos”, destacou.

13° salário

Sobre o 13° salário de 2019, o governador disse que deve anunciar nas próximas semanas se o Estado terá condições ou não de quitar o abono. A folha do 13° é estimada em R$ 578 milhões.

“Até semana que vem, temos alguns eventos que podem acontecer que vai nos permitir ter a segurança pra fazer esse anúncio se será possível, ou não, no dia 20, pagar o 13°”, disse.

Ele comentou que a perspectiva do Estado, com o pagamento do salário e, possivelmente, do 13° salário, irá injetar mais R$ 1 bilhão na economia de Mato Grosso.











(2) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

benedito costa  06.12.19 17h45
Escalonamento esse que Mauro na campanha batia duro no seu adversário Pedrinho e que ele mesmo mantem até hoje.

Responder

13
2
Teka Almeida  06.12.19 17h40
A que ponto chegamos.... OBRIGAÇÃO sendo noticiada como algo EXTRAORDINÁRIO. Mauro MENTE o governo FAKE NEWS. Governo de um mandato faltam 3 anos passa rápido.

Responder

19
2
Rindo até 2040  07.12.19 11h19
Os servidores tomaram no furéb.... Acreditaram nas promessas de campanha. Reclamavam que o outro governo parcelou o RGA. Agora não recebem mais o rga, tiveram os salários parcelados e ainda terão a alíquota da previdência aumentada pelo Mauro Mendes. Igual vózinha falava: toma caxoro!.

Responder

11
1
Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO