15.08.2019 | 12h09


PROIBIÇÃO DA PESCA

Mauro afirma que PF e o MP deveriam investigar pescadores que recebem dinheiro federal

A declaração do governador ocorreu no momento em que defendia o Projeto de Lei que proíbe a pesca por cinco anos nos rios de Mato Grosso.


DA REDAÇÃO

O governador Mauro Mendes (DEM) afirmou, na quarta-feira (14), que o Governo Federal, a Polícia Federal, e o Ministério Público Federal deveriam investigar centenas de pescadores que recebem o seguro-defeso e pescam irregularmente no Estado.

Mendes defendeu de forma ampla o Projeto de Lei n° 668/2019 que propõe “congelar” por cinco anos o transporte, armazenamento e comercialização de pescado. Segundo o governador, essa medida é para evitar a degradação do meio ambiente e preservar a milhares de espécies que correm risco de serem extintas por causa da pesca predatória.

“Nós temos que ter coragem de fazer uma mudança necessária e criar os mecanismos de salvaguardar algumas comunidades, tendo em vista os mais de 100 mil pescadores”, explica.

“Nós temos mais de 100 mil pescadores profissionais e temos dados que mostram que alguns desses pescadores profissionais são empresários, são servidores públicos, são pessoas que de longe vivem da pesca, mas isso é um problema do Governo Federal e até do Ministério Público Federal, porque isso é crime o fato de se apropriar de dinheiro e muitas pessoas recebem seguro defeso”, disse Mendes durante coletiva de imprensa na manhã de quarta-feira, no Palácio Paiaguás.

O governador ressaltou que o PL não prejudicará as famílias de profissionais que dependem da pesca, tendo em vista que o Governo Estadual já estuda “mecanismos” para gerar o sustento dessas pessoas. Isso, segundo o governador, seguirá o exemplo do mesmo benefício concedido pelo Governo Federal – ao se referir do “seguro-defeso” pago durante o período da piracema.

“Nós temos que ter coragem de fazer uma mudança necessária e criar os mecanismos de salvaguardar algumas comunidades, tendo em vista os mais de 100 mil pescadores”, explica.

A ideia da iniciativa também é fomentar o turismo em Mato Grosso, uma vez que esse setor poder contribuir volumosamente para a arrecadação da receita estadual e com isso aumentar a população de peixes nos rios.

“Já ouve uma degradação muito grande e o turismo da pesca é gigantesco em Mato Grosso”, finaliza.

A expectativa da aprovação do mesmo, conforme o governador é boa. A AL (Assembleia Legislativa) não informou quando o PL será incluso no rol de assuntos a serem debatidos pela Casa.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Enquete

ABUSO DE AUTORIDADE

Você concorda com aprovação da Lei para punir juízes?

Concordo: MP e Juízes erram muito e prejudicam pessoas de bem

Não concordo. A aprovação da lei é que é um abuso

Bolsonaro deveria vetar a lei

Bolsonaro deve sancionar a lei

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER