31.03.2020 | 09h39


PODERES / EFEITO CORONAVÍRUS

Governo do Estado prevê gastar R$ 200 milhões durante pandemia

Segundo o governador Mauro Mendes, o Estado deve receber cerca de R$ 6 milhões do Ministério da Saúde para ações de combate ao novo vírus


DA REDAÇÃO

O governo do Estado prevê gastar em torno de R$ 200 milhões durante o enfrentamento à pandemia da Covid-19, o novo coronavírus. A informação foi dada pelo governador Mauro Mendes (DEM) durante entrevista ao programa Estúdio Ao Vivo, da TV Cidade Verde, na segunda-feira (30).

Segundo Mauro, o Ministério da Saúde deve enviar nos próximos dias cerca de R$ 6 milhões para ajudar no combate ao vírus. Ele comentou que o Executivo estadual não está poupando esforços para preparar Mato Grosso para o pico da pandemia.

"Nós estamos buscando comprar equipamentos da China, EPIs, respiradores. Conseguimos, na semana passada, fechar. Até cama para esses novos leitos nós não encontramos no Brasil. Estamos fazendo tudo que é possível, não estamos medindo esforços nesse momento para tomar as medidas necessárias para preparar Mato Grosso para quando o pico dessa pandemia chegar aqui no Estado que está estimado para o final do mês de abril, começo do mês de maio", disse.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) prevê que 80% dos mato-grossenses que vierem a ser infectados pelo novo coronavírus terão sintomas simples e não precisarão ser hospitalizados. O governo trabalha para oferecer apoio a 20% dos casos previstos da doença e, por isso, mudou o perfil dos hospitais estaduais paralisando as cirurgias eletivas e reservando os ambulatórios. O processo resultou na abertura de novos leitos para atendimento dos casos mais graves do coronavírus, como no Hospital Metropolitano, de Várzea Grande, onde serão construídos 210 leitos.

Durante coletiva virtual, na semana passada, o secretário Gilberto Figueiredo ressaltou que o Estado não tem como estimar o número de casos porque o surto do vírus não passou, no entanto, trabalha com essa previsão.

Casos em MT

No boletim divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) na segunda-feira (30), Mato Grosso tem 18 casos confirmados de coronavírus, entre casos confirmados e suspeitos, 68 pessoas estão internadas, sendo que 20 delas em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). 

Os casos confirmados da Covid-19 são em Cuiabá (12), Rondonópolis (3), Nova Monte Verde (1) e Várzea Grande (2). 











(2) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

arabe  01.04.20 08h51
So digo uma coisa : a pandemia atinge a todos mas o desabastecimento vai provocar saques ,pois a populaçao que trabalha no dia a dia ja nao tem mais mantimentos na prateleira de sua casa e só vai restar uma saida correr atras onde existe mercados , ou esses politicos acordam ou vao provocar uma crise como a de 1920 ai quero ver de onde sairá o dinheiro ???? a quebradeira já esta as portas de todos !!!! algum politico falou em anistiar o IPTU , ICMs e outros tributos? algum politico veio a publico dizer que vai votar medidas para beneficiar o cidadao Mato-Grossense ,digo os autonomos ,o pequeno comerciante ???? só vejo politicagens

Responder

0
0
PABLO   31.03.20 21h17
Essa defensoria pública vive no mundo da lua ... só pode.... não é mais fácil cancelar as visitas por esse tempo? Em outro país nenhum q enfrenta esse vírus fez ou está fazendo isso.... é um absurdo sem tamanho defensoria.... bom senso nunca fez mal á ninguém...

Responder

0
0
Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO