10.09.2019 | 09h50


APÓS RECEBER US$ 250 MILHÕES

Governo deve quitar dívida com o Bank of America nesta terça-feira

Segundo a Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), o montante será utilizado apenas para quitar a dívida e que o recurso não irá para conta do Estado.


DA REDAÇÃO

O Governo do Estado deve quitar nesta terça-feira (10) parte de dívida dolarizada com o Bank of America, cinco dias após ter assinado contrato para a concessão do empréstimo junto ao Banco Mundial, no valor de US$ 250 milhões (R$ 1 bilhão).  

Segundo a Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), o montante será utilizado apenas para quitar a dívida e que o recurso não irá para conta do Estado. 

Durante a assinatura do contrato, o governador Mauro Mendes (DEM) ressaltou a importância do empréstimo para ajudar no equilíbrio das contas. Além disso, destacou que caso o empréstimo não tivesse sido autorizado, o Estado teria que desembolsar R$ 154 milhões para pagar uma das parcelas e, que isso, causaria prejuízos ao cofre.

 “Nós deixaremos de pagar quatro anos uma dívida e vamos alongar e pagar em suaves prestações, prestações menores ao longo de 20 anos. Isso vai permitir ajudar na recuperação do caixa do Estado de Mato Grosso e com isso melhorar a qualidade da prestação de serviço ao cidadão”, disse o governador. 

Ele ainda destacou que o projeto, para que o Estado contraísse o empréstimo, começou em 2017 e ficou parado porque o Executivo não conseguiu apresentar condições necessárias. Mauro ainda destacou o apoio da Assembleia Legislativa na aprovação de leis para que o Estado pudesse contrair o empréstimo.

 “Esse projeto começou lá em 2017, está completando três anos, mas infelizmente o estado não conseguiu fazer a sua lição de casa”, frisou. 

O empréstimo dolarizado com o Bank of America foi contraído na gestão do ex-governador Silval Barbosa para tocar obras da Copa do Mundo de 2014. No último mês, o governador Mauro Mendes esteve em Brasília acompanhando passo a passo o andamento do pedido para que o pedido pudesse ser aprovado até a segunda semana de setembro, como ocorreu.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO