01.06.2020 | 14h45


PODERES / CORTE DE INCENTIVO

Governador afirma que não vai 'sucumbir às ameaças do grupo Petrópolis

Mauro Mendes afirma que além de grupo ter sido citado na delação do ex-governador Silval Barbosa, está envolvido em vários escândalos no Brasil


DA REDAÇÃO

O governador Mauro Mendes (DEM) disse que não irá se ‘sucumbir’ com a ameaça feita pelo grupo Petrópolis de possível fechamento da fábrica em Rondonópolis, após o governo anular incentivos fiscais à empresa. Em nota emitida na semana passada, a empresa alegou que também poderia demitir cerca de 200 funcionários nas unidades no Estado.

Em entrevista à rádio Mega FM, nesta segunda-feira (1°), Mauro destacou que o grupo foi citado na delação premiada do ex-governador Silval Barbosa e que estaria envolvido em diversos escândalos no país. Ele cita que o grupo Petrópolis recebia 90% de incentivo no Estado, diferente de seus concorrentes que produziam o mesmo produto e só recebiam 60%.

“Cortamos isso [incentivo fiscal] sim, porque não era justo, inclusive, com os concorrentes dele, já pensou um mercado aqui em Cuiabá paga só 10% de imposto e outros mercados pagam tudo de impostos dá pra concorrer? Isso que estava acontecendo em Mato Grosso. Nós cortamos isso [incentivo fiscal], esse cara é conhecido. Pega o Google e dá uma pesquisa: ‘Petrópolis sonegação fiscal, Valter Farias’, põe lá o nome dele, no Brasil inteiro tem processo, dias desses teve busca e apreensão no Rio, o próprio dono foi preso há pouco tempo, esses caras estão brincando acha que eu não entendo desse negócio que vou sucumbir com essa ameaçazinha dele de que vai fechar a fábrica”, disse.

“Para dar incentivo fiscal, para cada emprego custar 20, 30 vezes o que ganham os trabalhadores, não tem problema. É melhor o cara ir embora porque vamos arrecadar imposto com os que vêm de fora e com esse dinheiro nós vamos fazer muito mais investimentos”, complementou.

Leia mais

Cervejaria ameaça demitir em massa; Governo de MT reage e lembra propina à quadrilha de Silval











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO