25.09.2019 | 06h55


R$ 450 MILHÕES

Gallo confirma ‘calote’ do FEX 2018, mas tem esperança de receber recursos deste ano

Apesar de aguardar o dinheiro, o secretário Rogério Gallo disse que o Estado está fazendo o fechamento das contas públicas de 2019 sem previsão do recurso.


DA REDAÇÃO

O secretário de Estado de Fazenda Rogério Gallo descartou há possibilidade de Mato Grosso receber a parcela de 2018 do Auxílio Financeiro para Fomento das Exportações (FEX). Segundo Gallo, o Ministério da Economia disse que há previsões do pagamento do fundo, no valor de R$ 450 milhões, até dezembro.

“2018 foi descartado, numa reunião que tivemos na semana passada no ministério da economia. 2019 estamos trabalhando para ser pago algo em torno de R$ 450 milhões, isso ajudaria muito no fechamento desse ano não só ao Estado, mas aos municípios. Essa possibilidade foi dita durante reunião que tivemos. Estamos aguardando”, destacou o secretário em conversa com a imprensa após apresentação do relatório sobre o cumprimento das metas fiscais do 2º quadrimestre de 2019 na Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (24).

"Não contamos com esse recurso para o fechamento. Se ele vier ótimo, mas se não vier iremos conseguir cumprir com nossos objetivos, sobretudo em relação à folha dos servidores e décimo terceiro salário", destacou.

Apesar da esperança, ele disse que o Estado está fechando as contas deste ano sem o dinheiro do FEX, com a finalidade de conseguir cumprir os objetivos de final de ano, como pagamento da folha salarial e décimo terceiro salário.

"Não contamos com esse recurso para o fechamento. Se ele vier ótimo, mas se não vier iremos conseguir cumprir com nossos objetivos, sobretudo em relação à folha dos servidores e décimo terceiro salário", destacou.

O FEX foi criado para compensar as perdas dos Estados exportadores, após sanção da Lei Kandir que prevê a isenção do pagamento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre as exportações de produtos primários e semielaborados.











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Donato  25.09.19 08h39
Esse Gallo nao sai das notícias, será que esses sites estao recebendo para colocar esse estrelinha ai o tempo todo, com certeza tem uso de dinheiro publico para promover o secretario do Pedro Taques e Mauro Mendes, ta querendo ser político as custas de dinheiro público.

Responder

0
0
Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO