04.06.2019 | 09h50


FEZ DELAÇÃO

Ex-Bic Banco depõe novamente sobre esquema corrupção com políticos

O reintegratório de Luís Carlos Cuzziol foi marcado para quarta-feira próxima, dia 12, às 13h30. A expectativa é de que o ex-gerente do Bic Banco apresente provas e fatos novos.


DA REDAÇÃO

O ex-superintendente do Bic Banco de Mato Grosso, Luís Carlos Cuzziol será interrogado novamente pelo juiz Jeferson Schneider, da Quinta Vara Federal de Mato Grosso, no próximo dia 12 de junho, às 13h30, sobre o esquema de lavagem de dinheiro, corrupção e financiamento de campanha eleitoral no Estado.

O reinterrogatório foi autorizado pelo magistrado e publicado no Diário Oficial da Justiça, que circulou na segunda-feira (03), porém, não há mais detalhes porque o processo corre em segredo de Justiça.

A expectativa é que durante o depoimento Cuzziol apresente documentos como e-mails, mensagens telefônicas, além de novos detalhes sobre os crimes e nomes de servidores públicos, políticos e empresários envolvidos no esquema de corrupção.

O acordo de colaboração premiada teria sido firmando com o Ministério Público Federal em abril passado, três anos depois de o ex-superintendente ter sido condenado a 31 anos de prisão e pagamento de multa no montante de R$ 3 milhões por danos aos cofres públicos por simular empréstimo e o desvio de dinheiro por meio da gestão de factorings.

Cuzziol também foi sentenciado juntamente com o ex-secretário de Estado Eder Moraes, que atuou como secretário de Estado nas gestões dos ex-governadores Silval Barbosa (sem partido) e Blairo Maggi (PP). Juntos terão que pagar R$ 12 milhões de forma solidária. Nesta ação, ambos eram acusados de fraudar cédulas de crédito bancário.

De acordo com as investigações, as fraudes movimentaram R$ 1,5 bilhão.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER