12.11.2019 | 06h30


FIEL DA BALANÇA

Emanuel e Mauro disputam tendência do DEM para eleição de 2020

O prefeito revelou que aliados do governador estão entusiasmados pela gestão emedebista e torcendo para que ele dispute o pleito do ano que vem.


DA REDAÇÃO

Após o governador Mauro Mendes anunciar que o entendimento da cúpula do DEM é ter candidatura própria em Cuiabá, o prefeito da Capital, Emanuel Pinheiro (MDB), retrucou e disse que a maior parte dos democratas quer sua reeleição.

O emedebista comentou que o governador está ilhado e que a maioria dos assessores dele tem o procurado para declarar apoio à sua gestão.

“O DEM pode reunir, pode decidir, pode fechar questão, mas a maior parte quer ficar com Emanuel Pinheiro. Isso é coração! Não tem jeito, coração não tem estatuto partidário”, ressaltou durante coletiva na visita ao Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) na última sexta-feira (08).

“O DEM pode reunir, pode decidir, pode fechar questão, mas a maior parte quer ficar com Emanuel Pinheiro. Isso é coração! Não tem jeito, coração não tem estatuto partidário”, ressaltou o prefeito.

“Dentro do gabinete do governador, ele está ilhado. A maioria dos assessores, que é do DEM, está entusiasmado pela gestão e torcendo para que ele pare com isso. Converso quase todo dia [com assessores do governador], mas tem que ser escondido o homem esta desse jeito aí”, completou.

O prefeito destacou que ainda não decidiu se será candidato à reeleição. Ele deve anunciar sobre seu futuro político em abril, depois do aniversário dos 301 anos de Cuiabá.

Na semana passada, o governador disse que o DEM poderá caminhar com o MDB na eleição do próximo ano em alguns municípios, no entanto, ressaltou que o entendimento é que a sigla tenha candidatura própria nas principais cidades polos como Cuiabá, Várzea Grande e Cáceres.

A cúpula do DEM esteve reunida no Palácio Paiaguás no mês passado para traçar o rumo do partido em relação ao próximo pleito, principalmente, na Capital, já que existe uma divisão entre os apoiadores de candidatura própria, liderado pelo governador, e outros para que o partido esteja no bloco de alianças de Emanuel Pinheiro.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO