10.02.2019 | 08h00


SUPOSTO CAIXA DOIS

Desembargador destaca necessidade de sigilo e dá dois dias para alegações finais de Selma e Fávaro

Carlos Fávaro tenta Justiça Eleitoral vitória da juíza; Selma é acusada de ‘caixa 2’ pelo ex-vice de Pedro Taques


DA REDAÇÃO

 O desembargador Pedro Sakamoto do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) deu dois dias para que a senadora Selma Arruda (PSL) e Carlos Fávaro (PSD) apresentem as alegações finais no processo que apura suposto ‘caixa 2’ da parlamentar, praticados nas eleições de 2014.

O teve acesso a decisão desta sexta (8) de Pedro Sakamoto. Nela ele ressalta que, todas as partes, precisam se ater ao sigilo do processo e advirtiu sobre o pedido do Ministério Público Federal (MPF), que quer punição mais severa para quem divulgar os dados sigilosos.

Para ele, o ato e revelar os dados bancários do processo é, seguramente, “ato atentatório à dignidade da justiça e sujeita o responsável à pena de multa a ser aplicada por este Juízo, sem prejuízo das sanções criminais e processuais aplicáveis à espécie”, alegou.

No final da decisão o desembargador ressalta que encerrada a produção probatórias, as partes ficam intimadas a prestar suas alegações finais. “Por fim, estando encerrada a produção probatória, intimem-se as partes e o órgão ministerial representante, para, querendo, apresentarem alegações finais no prazo comum de 2 (dois) dias” encerra.

No final de janeiro o MPF pediu ao TRE punição aos que vazarem dados sigilosos da ação. Isso porque, sustentou que o dados de pagamento de R$ 120 mil feitos por Gilberto Possamai (PSL) a empresa KGM  foram vazados por veículos de comunicação de Cuiabá.

 











(2) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

MARIA TAQUARA  10.02.19 19h53
Estou torcendo por você FÁVARO, galã Coloca essa xomana no lugar dela, caixa 2 é proibido

Responder

0
0
Carlos Nunes  10.02.19 09h26
A Juíza SELMA passou quase a vida toda batendo de frente contra o crime organizado, as facções, os traficantes, os corruptos, a máfias de Mato Grosso...mandou vários chefões de crime pra cadeia. Mas foi só mencionar que talvez fosse candidata ao Senado, que "eles" começaram uma campanha pra DESMORALIZA-LA. Ora, uma pessoa que passa parte de sua vida batendo de frente com os marginais, não vai se sujar em Caixa 2 nenhuma. Caixa 2 é quando o cara recebe a mala de dinheiro e não passa recibo, muito menos dá cheques, faz depósitos, etc. A gente pega uma das entrevistas da Juíza e constata que ela diz: antes de fazer qualquer coisa, falei com pessoa de dentro do TRE pra saber O que podia e não podia fazer? Ela fez só o que disseram que podia fazer...lógico, evidente. Acredito piamente na Juíza...Já assumiu a vaga no Senado e agora faz parte de um Comissão Parlamentar que vai combater a Corrupção Nacional e Estadual. A luta dela contra isso continua... No país chamado Brasil, terra das inversões de valores, tem um bando de gente querendo DESMORALIZAR os Juízes e glorificar os bandidos...deve ser por isso que durante décadas o mal avançou e o Bem recuou no Brasil. Bandido pega um 38 barbariza, estupra, assassina, faz misérias...agora, se um cidadão de bem pegar um 38, aparece um bando de gente pra contestar. Bandido pode? Cidadão não pode?

Responder

1
0
Matéria(s) relacionada(s):

Enquete

ABUSO DE AUTORIDADE

Você concorda com a Lei ou acha que Bolsonaro deve vetar

Concordo: MP e Juízes erram muito e prejudicam pessoas de bem

A aprovação da lei é que é um abuso; veta Bolsonaro

Não sei acho que não muda nada

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER