30.03.2020 | 13h48


PODERES / CONSTRUÇÃO DE PONTES

Deputados autorizam Governo do Estado a fazer empréstimo de R$ 550 milhões

Projeto foi aprovado na manhã desta segunda-feira, em sessão on line, mas ainda precisa passar pela 2ª votação


DA REDAÇÃO

Em primeira votação, os deputados estaduais aprovaram projeto enviado pelo Governo do Estado para contrair empréstimo de até R$ 550 milhões para construção de pontes no Estado.

O projeto de lei foi aprovado com 21 votos favoráveis e uma abstenção de Ulysses Moraes (PSL), durante a sessão extraordinária na manhã desta segunda-feira (30).

A matéria segue para segunda votação que deve ocorrer na quarta-feira (1°).

De acordo com o pedido do governo, a autorização seria para contratar operação de crédito junto à Caixa Econômica Federal, através do programa Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa) para construir cerca de quatro mil pontes no Estado em parceria com os municípios.

A proposta foi colocada em votação na semana passada, mas o deputado Lúdio Cabral (PT) pediu vistas. Antes da votação desta segunda-feira, o petista destacou que a mensagem contempla oito de nove regiões do Estado, excluindo a região Noroeste, que atinge os municípios Juína, Castanheira, Juruena, Cotriguaçu, Aripuanã, Colniza e Rondolândia. "Por isso, segurei uma emenda coletiva, após a aprovação na primeira etapa, para inclusão da região", disse.

"Eu não apresentei ainda, vou esperar a primeira votação, entre a segunda votação e CCJ apresentar uma emenda para que todos as regiões do Estado sejam contempladas. Eu espero que a emenda seja coletiva, de todos nós deputados, porque não tem sentido contemplar oito regiões e deixar uma região que é a região aonde os problemas são mais graves", disse.

Outra emenda que ele pretende apresentar obriga o governo a prestar contas quadrimestralmente à Assembleia Legislativa sobre o início dessas obras, sobre o andamento e o acesso aos recursos da Caixa.

O líder do governo, Dilmar Dal Bosco (DEM), ressaltou que não há problemas de mudanças no texto, e destacou que a alteração ocorra através das lideranças partidárias.

"Todo o Estado vai ser contemplado. A região noroeste é a que mais vai ser contemplada pelo governo, só na MT-208 temos duas pontes de concreto, as maiores pontes vão ser construídas nessa região. Não tem problema trazer para a redação que seja contemplado todo o Estado de Mato Grosso no contexto geral ", destacou.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO