20.03.2020 | 15h32


PODERES / COVID-19

Deputado quer robôs de WhatsApp no combate a desinformação em pandemia Coronavírus

A solicitação foi apresentada em ofício à CPI Mista das Fake News, da qual é membro, nesta sexta-feira (20.03)



O deputado federal Dr. Leonardo (Solidariedade-MT) requer a criação de uma Força-Tarefa com deputados, senadores e representantes das principais redes sociais utilizadas no Brasil, Whatsapp, Facebook, Instagram, Youtube, TikTok, e principais veículos de comunicação, incluindo TV, Rádio e Jornal, para propor medidas com objetivo de romper o ciclo de fakenews espalhadas sobre a pandemia de covid19. 

A solicitação foi apresentada em ofício à CPI Mista das Fake News, da qual é membro, nesta sexta-feira (20.03) e tem, como uma das medidas urgentes, utilizar os mesmos robôs supostamente utilizados no período eleitoral para influenciar a opinião pública, mas dessa vez a serviço da ordem pública.

“Se realmente existe, e temos muitos indícios de que sim, precisamos usar esses robôs para informar a população, para fazer o bem. Todas essas iniciativas, neste momento de contenção da propagação do Coronavírus, poderiam ser melhor utilizadas em benefício da população, caso todas funcionem de forma articulada”, finalizou.

O Ministério da Saúde, Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) e todos os demais órgãos governamentais que estão desenvolvendo políticas de combate às notícias falsas também deverão compor o colegiado.

Para combater as Fake News sobre saúde, por exemplo, o deputado cita que o Ministério da Saúde disponibilizou um número de WhatsApp para envio de mensagens da população. Qualquer cidadão pode enviar gratuitamente mensagens com imagens ou textos que tenha recebido nas redes sociais para confirmar se a informação procede, antes de continuar compartilhando. O número é (61)99289-4640.

“O intuito é organizar as iniciativas existentes de forma célere e convergente e propor novas medidas em prol do bem-estar coletivo. A pandemia do coronavírus é também uma pandemia de desinformação. Diversos especialistas estão nos alertando diariamente sobre o efeito nocivo das notícias falsas que circulam em correntes de Whatsapp, viralizam no Facebook, Instagram, Youtube, etc”, alertou o parlamentar, que é médico e atua na área da psiquiatria.

O parlamentar também menciona outras iniciativas: o Facebook e o Instagram estão banindo usuários que são denunciados por propagação de informações falsas; as TVs abertas e rádios estão mudando a grade de programação e inserindo uma cobertura em tempo real, informando a população. 

No campo da CPMI das Fake News, Dr. Leonardo observa que diversos profissionais já denunciaram e alertaram sobre a existência de robôs no período eleitoral que foram utilizados para influenciar a opinião pública por meio da postagem e replicação de mensagens em larga escala.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

Enquete

QUARENTENA

Você é a favor de parar tudo ou só isolar grupo de risco?

Sim, parar tudo é a melhor solução para conter o vírus

Não, parada total é suicídio econômico; será o caos pior que a doença

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO