14.08.2019 | 18h15


CACHIMBO DA PAZ?

DEM e MDB podem se unir para eleições do ano que vem em Cuiabá

O governador Mauro Mendes (Democratas) acredita que o melhor caminho para fortalecer a sigla é a aceitação de outras lideranças políticas


DA REDAÇÃO

Embora tenha admitido não estar por dentro das articulações do  Democratas (DEM), buscando as eleições municipais de 2020, o governador Mauro Mendes (DEM) sinalizou para uma possível junção da sigla com o partido do prefeito Emanuel Pinheiro, o Movimento Democrático Brasileiro (MDB).

Mendes declarou que, “isso é uma sinalização de que nós estamos preocupados com a política em Mato Grosso; é o instrumento da democracia e, quem sataniza a política, talvez não compreenda o que está falando ou não compreenda o modelo político que nós temos no nosso país”, contextualizou durante o lançamento da plataforma digital Imagens Planet, na manhã desta quarta-feira (14).

Nós precisamos melhorar a política desse país e para isso temos que construir partidos melhores e é o que eu desejo pro DEM que tenha a capacidade de fazer

Partindo do seu ponto de vista, o democrata acredita que o melhor caminho para fortalecer a sigla é buscar o apoio de outras lideranças políticas dentro do leque de opções.

“Nós precisamos melhorar a política desse país e para isso temos que construir partidos melhores e é o que eu desejo pro DEM que tenha a capacidade de fazer”, comentou Mauro.

Nos bastidores, a conversa é de que nomes de “peso” do  diretório do DEM teriam rejeitado novas indicações.  

Por causa do pouco tempo, devido ao posto de chefe do Executivo, o democrata comentou que não tem se dedicado às articulações para a composição de uma chapa, tendo em vista é preciso levar em consideração a “pluralidade” que permite a política, ou seja, a aceitação de formar uma aliança com partidos adversários para se construir uma base sólida dentro do partido.

“Olha eu não estou acompanhando isso [articulações], mas a política é o lugar das ideias plurais, não há decisão que você tome que você vai agradar ou desagradar alguém”, comentou o governador. As declarações do governador, nos bastidores, já soam como um possível alinhamento com o partido do prefeito Emanuel Pinheiro (MSB). Ambos vêm trocando farpas pela imprensa nas últimas semanas. Emanuel, por fim, disse querer voltar às boas com o Mauro, que retrucou. "Tem que parar de mentir para ficar de bem". 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER